Parelha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Parelha para um par de bois

Fundamental para os sistemas agrícolas arcaicos, a parelha (também se utiliza o termo "canga") de bois é uma forma de aproveitar a capacidade física dos bois para realização de trabalho no campo (arar, puxar carroças/carros de boi, etc.)

Uma parelha em uso

Características[editar | editar código-fonte]

As parelhas devem ser utilizadas com animais de igual condição e constituição físicas e adequadas ao tipo de trabalho que vão realizar. Para os carros de uma junta utiliza-se bois de tranco, isto é, pesados para frear o carro nas descidas e ágeis para a arrastá-lo nas subidas. Quando se atrelam várias parelhas a um carro, a ligação entre elas se faz por meio de tiradeiras - pedaços de corda de couro ou correntes, com um gancho em cada ponta.[1]

Para manter as parelhas de bois juntas e ligadas ao varal usa-se a canga - uma pesada peça de madeira que se encaixa no cangote dos animais e é presa sob o pescoço por uma tira de couro trançado, a brocha. Por magoar o dorso dos animais, a canga só é usada para transportar cargas muito pesadas. A carga mais leve permite o uso do jugo, que é bem menor e funciona atado aos chifes dos bois por meio da conjunta - uma corda achatada de couro.[1]

Referências

  1. a b Enciclopédia Conhecer, Vol. III, pg. 722. Editora Abril Cultural. São Paulo (1967).

Ver também[editar | editar código-fonte]