Projeto Spaceguard

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gráfico com as órbitas de Objeto potencialmente perigoso conhecidos (tamanho maior que 140 metros e que passaram dentro dos 7.6 milhões de kilometros da órbita Terrestre) no início de 2013 (imagem alternativa).

O Projeto Spaceguard é um projeto criado pela NASA para mapear as órbitas dos chamados Objetos Próximos da Terra de forma a identificar objetos celestes que podem colidir com a Terra.[1] O objetivo é identificar a rota de todos os objetos próximos da Terra com mais de um quilômetro de diâmetro que podem entrar em colisão com o planeta e causar uma destruição em escala global.

Em entrevista a Revista Galileu, o astrônomo David Morrison, ex-diretor científico da Nasa e pai deste projeto disse que "a estratégia é montar um catálogo com as órbitas destes objetos. Assim, podemos identificar potenciais problemas com, no mínimo, algumas décadas de antecedência".[2]

Conforme Ted Nield, geólogo britânico e ex-presidente da Associação dos Escritores Britânicos de Ciência, desde que o projeto foi criado em 1998, já foram identificados 75% destes corpos.[1]

Referências

  1. a b revistagalileu.globo.com/ O homem que ama os meteoros
  2. revistagalileu.globo.com/ Será que os astrônomos estão preparados para prever ameaças vindas do espaço? Revista Galileu, Edição 131 - Jun/02

Links Externos[editar | editar código-fonte]