Regra do 1% (cultura na Internet)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde abril de 2013). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Representação da proporção de criadores, contribuidores e observadores

Na cultura da Internet, a regra do 1% ou o princípio do 90-9-1(por vezes apresentado como 89-10-1) reflete a hipótese que mais pessoas vão espreitar uma comunidade virtual do que participar nela. Este termo é frequentemente utilizado para referir-se à desigualdade de participação no contexto da Internet.

Variantes incluem a regra do 1-9-90 (também chamada de princípio 90–9–1 ou taxa 89:10:1).[1]

Definição[editar | editar código-fonte]

A regra do 1% representa o número de pessoas que cria conteúdo na Internet (1% ou talvez menos) das pessoas que actualmente estão a ver o conteúdo (exemplo, por cada pessoa que cria um post num forum, cerca de 99 estão nesse mesmo forum mas não criam nada). Este termo foi criado por Ben McConnel e Jackie Huba, no entanto já haviam existido referências ao mesmo conceito, aparecendo com nome diferente.[2] Por exemplo, um estudo feito em 2005 sobre foruns Jihadist, feito por Akil N Awan, documentou que 87% dos utilizadores nunca tinham postado nada no forum, 13% tinham postado pelo menos uma vez, 5% tinham postado mais que 49 vezes, e apenas 1% tinha postado 500 ou até mais vezes no forum.[3]

O termo 90-9-1 refere que 1% das pessoas cria conteúdo, 9% edita e modifica conteúdos, e 90% vê o conteúdo sem contribuição.

A percentagem actual pode variar consoante o tema referido e imposições postas. Por exemplo, se um forum requere submissão de conteúdos como condição de entrada, a percentagem de pessoas participantes tenderá a ser superior ao 1% referido, mas o número de contribuidores será uma minoria. Esta condição foi estudada por Michael Wu, que usa técnicas da economia para analisar a participação sobre centenas de comunidades segmentadas pela indústria, tipo de público e tendências.

Este príncipio pode ser à ciência da informação que tem regras idênticas, como a regra 80/20 conhecida como o príncipio de Pareto, que 20% do grupo produzirá 80% de toda a actividade, no entanto a actividade deve ser definida.

Desigualdade de Participação[editar | editar código-fonte]

Um conceito idêntico foi introduzido por Will Hill da AT&T Laborities e posterior por Jakob Nielsen. Este foi a primeira referência para o termo desigualdade de participação num contexto online. O termo ganhou popularidade em 2006 quando foi usado num como post num tópico sobre marketing.


Referências[editar | editar código-fonte]

  1. What is the 1% rule? by Charles Arthur, The Guardian, Thursday 20 July 2006
  2. Horowitz, Bradley (16 de fevereiro de 2006). «Creators, Synthesizers, and Consumers». Elatable. Blogger. Consultado em 10 de julho de 2010 
  3. Awan, A. N. (2007b) 'Virtual Jihadist media: Function, legitimacy, and radicalising efficacy', in European Journal of Cultural Studies, vol. 10(3), pp. 389–408.
Ícone de esboço Este artigo sobre Internet é um esboço relacionado ao Projeto Internet. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.