The Duchess of Padua

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

The Duchess of Padua é uma peça do escritor irlandês Oscar Wilde. É uma tragédia melodramática de cinco atos que se passa em Pádua, escrita em versos brancos. Foi criada para a atriz Mary Anderson no início de 1883, em Paris. Após Anderson recusá-la, a peça foi abandonada até sua estreia no Broadway Theatre, em Nova York, com o título Guido Ferranti, em 26 de janeiro de 1891, onde ficou em cartaz por três semanas. Desde então, a peça raramente é encenada ou estudada.[1]

Referências

  1. Loxton, Howard. «Theatre review: The Duchess of Padua at Pentameters Theatre». British Theatre Guide. Consultado em 2 de julho de 2017.