Tony The Tiger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre uma multinacional produtora de cereais. Para Kellogg, escola de negócios, veja Kellogg School of Management.
Tony
Tony em seu design atual
Língua original Inglês
Morada Estados Unidos
Idade 24
Sexo Masculino
Espécie Tigre
Olhos Amarelos com a íris preta
Características Lenço vermelho
Poder(es) super-força
Criado por Kellogg’s
Voz Dallas McKennon (1951–1953)
Thurl Ravenscroft (1953–2005)
Lee Marshall (2006–2014) TBA (2015)
Dobragem Serginho Leite
Primeira aparição 1951
Projecto Banda desenhada  · Portal Cinema
Portal Televisão

O Tigre Tony (Tony the Tiger, no original) é um tigre fictício mascote da marca de cereais Sucrilhos Kellogg’s. Caracteriza-se como um tigre forte e esportivo com uma imensa força de vontade chegando a motivar a todos praticarem esportes. Ele é bastante conhecido por aparecer estampados nas caixas de cereal dos Sucrilhos além de aparecer bastante nos comerciais como um personagem de animação.

Seu auge foi em meados dos anos 80 e 90 com as boas vendas de cereais pelo mundo chegando a render vários bonecos de pelúcia.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1951, foi feito um concurso para definir quem seria o mascote da nova marca de cereal da Kellogg’s. Dentre os escolhidos estava um tigre chamado "Tony" criado por Eugene Kolkey e Leo Burnett competindo com uma canguru chamada Katy, um elefante chamado Elmo, e um Gnu chamado Newt. No ano seguinte Tony e Katy foram selecionados para enfeitarem a caixa de cereal sendo que apenas Tony conseguiu permanecer e ainda ganhando um filho chamado Tony Jr.

Na década de 1970 Tony começou a ganhar traços mais "humanos" e recebeu uma nacionalidade ítalo-italiana além de ter sua família aumentada com sua mãe Mama Tony, sua esposa Mrs. Tony e uma filha chamada Antoinette com a chegada do ano do tigre no horóscopo chinês em 1974. Porém eles tiveram uma curta duração sendo que ele e seu filho foram os únicos a continuarem nas caixas até Tony ocupar o lugar de seu filho se tornando o mascote oficial da marca.

Logo em 1983 Tony passou a ser bastante admirado entre as crianças dos Estados Unidos. Ele ganhou novos traços com uma aparência mais forte e musculosa e também passou a se tornar mais esportista atraindo bastante o público juvenil quanto o infantil lhes incentivando a prática de esportes.

Logo na década de 1990 Tony voltou a conquistar o público infantil ainda com sua aparência esportiva e no final da década foi convocado como um dos dez maiores personagens do século 20, segundo a revista Advertising Age.

Atualmente Tony continua fazendo sucesso com suas animações comerciais que misturam live-action com animação e continua sendo o mesmo tigre esportista detalhado nas caixas de cereal.