Água virtual

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde março de 2017).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde março de 2017).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O conceito de "'água virtual"' representa: o comércio indireto de água dos produtos.Diálogos em ambiente e sociedade no Brasil, Foi criado por John Anthony Allan, professor da School of Oriental & African Studies da University of London.

Em relação ao conceito de água virtual,há quem não concorde. Algumas pessoas contestam que nem toda a água utilizada para produção de um bem permanece nele até o final, ou seja, no caso da produção agrícola o cultivo de determinada cultura requer nenhuma quantidade de água, entretanto, nas etapas de produção, muita água utilizada no processo evapora ou condensa e retorna ao ciclo da água, não estando mais contida portanto, na conta inicial da água utilizada no processo, essa "água virtual" não é visível para o olho nu. Ainda assim, o conceito de água virtual ou de água viva torna-se cada vez mais recorrente, em especial por esse constituir um bem cada vez mais escasso. Em alguns locais, a quantidade de água virtual de um produto torna-se fator determinante para sua produção. No caso da Europa, alguns países optam por não produzir determinadas culturas que demandam de uma quantidade bastante expressiva de água em sua produção, como o melão ou a banana, dentre outros. Sendo a água um elemento escasso, não compensaria exportá-la na produção de produtos que abasteceriam outro [país].

Bibliografias[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]