2 cm FlaK 30/38/Flakvierling

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de 2 cm Flak 30/38/Flakvierling)
Ir para: navegação, pesquisa
2 cm FlaK 30
Bundesarchiv Bild 101I-301-1953-24, Seine-et-Oise, Soldaten mit Flak-Geschütz.jpg
FlaK 30
Tipo Arma anti-aérea
Local de origem Alemanha Nazi Alemanha Nazista
História operacional
Em serviço 1934–1945
Utilizadores Alemanha Nazi Alemanha Nazista
 Finlândia
Guerras Segunda Guerra Mundial
Histórico de produção
Data de criação 1934
Fabricante Rheinmetall-Borsig, Mauser
Variantes FlaK 38
Especificações
Peso 450 kg
Comprimento 4,08 m
Comprimento 
do cano
1.3 m
Largura 1,81 m
Altura 1.6 m
Tripulação 7
Projétil 20x138mm
Calibre 20 mm
Elevação -12° até ±90°
Movimento
transversal
360°
Cadência de tiro 280 – 450 rpm (cíclico)
120 – 180 rpm (prático)
Velocidade de saída 900 m/s
Alcance máximo 2,200 m

O FlaK 30 (Flugabwehrkanone 30) e sua atualização, o FlaK 38, foram dois canhões anti-aéreos de 20 mm usados pelas Forças Armadas da Alemanha Nazista durante a Segunda Guerra Mundial. Era a principal arma de defesa antiaérea usada pelos alemães e foi produzido em uma variedade de modelos, sendo a mais famosa a Flakvierling 38 que combinava quatro FlaK 38s em uma única arma.[1]

2 cm Flakvierling 38

2 cm Flakvierling 38
Bundesarchiv Bild 183-J08339, Ausbildung an der Vierlings-Flak.jpg
FlaK 38
Tipo Arma anti-aérea
Local de origem Alemanha Nazi Alemanha Nazista
História operacional
Em serviço 1940–1945
Utilizadores Alemanha Nazi Alemanha Nazista
Guerras Segunda Guerra Mundial
Histórico de produção
Data de criação 1940
Fabricante Mauser
Especificações
Peso 1,509 kg
Comprimento 4,08 m
Comprimento 
do cano
1.3 m
Largura 1,81 m
Altura 1.6 m
Tripulação 8
Projétil 20x138mm
Calibre 20 mm
Elevação - 10° - +100°
Movimento
transversal
360°
Cadência de tiro 1 800 rpm (cíclico)
120 – 800 rpm (prático)
Velocidade de saída 900 m/s
Alcance máximo 2,200 m

Mesmo quando o FlaK 30 entrou em serviço, a Luftwaffe e o Exército tinham dúvidas sobre sua eficiência, dada a velocidade cada vez maior em baixas altitudes dos caça-bombardeiros. O Exército acreditava que a solução estaria em fabricar armas de calibre 37 mm que eles já vinham desenvolvendo desde a década de 1920, com o raio de disparo similar ao do FlaK 38 mas disparava um projétil com um volume quase oito vezes maior. Isso não só fazia o projétil atingir o alvo com mais eficiência ou de forma mais destrutiva, mas acabava permitindo que a bala se movesse a distâncias maiores.[2]

As armas de 20 mm sempre foram uma espécie de medida provisória, com atualizações frequentes sendo feitas apenas para mante-las úteis. Foi de fato uma surpresa quando a Rheinmetall conseguiu inovar e desenvolver a 2 cm Flakvierling 38, que tornou este modelo de artilharia aérea competitiva de novo, com modelos cada vez mais letais.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre 2 cm FlaK 30/38/Flakvierling
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.