3096 Dias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o livro autobiográfico da austríaca Natascha Kampusch. Para o filme baseado na obra, veja 3096 Dias de Cativeiro.
3096 Tage
3096 Dias
Capa da edição brasileira.
Autor(es) Natascha Kampusch

Juntamente com:
Hieke Gronemeier
Corinna Milborn
Idioma alemão
País  Áustria
Gênero Autobiografia
Editora List
Lançamento 8 de setembro de 2010
Páginas 288
ISBN 9783471350409
Edição portuguesa
Tradução Fátima Freire de Andrade
Editora Edições Asa
Lançamento Fevereiro de 2011
Páginas 229
ISBN 978-989-23-1083-1
Edição brasileira
Tradução Ana Resende
Editora Verus Editora
Lançamento 2011
Páginas 225
ISBN 9788576861072

3096 Dias (original: 3096 Tage) é um livro autobiográfico da austríaca Natascha Kampusch, em que a autora narra seu sequestro e cativeiro ocorrido entre 1998 e 2006, em Viena, Áustria.

Sequestrada quando tinha dez anos de idade por Wolfgang Přiklopil, um técnico em telecomunicações de 35 anos, e mantida em um cela subterrânea na casa de seu raptor por mais de oito anos, exatos 3096 dias, Kampusch narra em detalhes seus dias ainda como uma menina livre, sua captura numa rua de Viena, o período de seu cativeiro, em que enfrentou isolamento completo do mundo exterior, maus tratos, humilhações morais, surras, tortura e fome, além de sua fuga e a readaptação posterior à sociedade e à nova vida em liberdade, já como adulta.

Um dos mais longos sequestros de que se tem notícia e um dos mais dramáticos casos criminais da Áustria, o livro, lançado em setembro de 2010, tornou-se um best seller internacional. No Brasil, foi lançado em 2011 pela editora Verus e em Portugal pelas Edições Asa.

O livro foi adaptado para um filme alemão em 2013, chamado 3096 Dias de Cativeiro, o longa-metragem é estrelado por Antonia Campbell-Hughes, Thure Lindhardt, Amelia Pidgeon, Trine Dyrholm e Dearbhla Molloy.[1]

Citação[editar | editar código-fonte]

Ao escrever este livro posso finalmente dizer: Sou livre.
Natascha Kampusch [2]

Referências

  1. «3096 Tage (2013)». filmspot. Consultado em 14 de maio de 2013. 
  2. «3096 Dias - Natascha Kampusch». Skoob Livros. Consultado em 14 de maio de 2013.