ATC

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

ATC ou Anatomical Therapeutic Chemical Code é uma das classificações mais utilizadas internacionalmente, para classificar as moléculas (substâncias) com acção terapêutica.

Inicialmente as substâncias eram classificadas de acordo com a classificação AC (classificação anatômica), mas essa classificação mostrou-se insuficiente, sendo por isso, alterada para a classificação ATC que possui mais sub-grupos.

Esta classificação é a adoptada pela OMS (Organização Mundial de Saúde).

Consiste em classificar os fármacos em diferentes grupos e sub-grupos (níveis), de acordo com o órgão ou sistema sobre o qual actuam e segundo as suas propriedades químicas, farmacológicas e terapêuticas, podendo os sub-grupos chegar até ao quinto nível.

  1. O grupo principal é representado por uma letra e corresponde ao grupo anatómico
  2. O primeiro sub-grupo é representado por dois números e corresponde ao grupo terapêutico
  3. O segundo sub-grupo é representado por uma letra e corresponde ao grupo farmacológico
  4. O terceiro sub-grupo é representado por uma letra e corresponde ao grupo químico
  5. O quarto sub-grupo é representado por dois números e corresponde à substância química

Os grupos principais da classificação ATC são:

A Aparelho digestivo e metabolismo
B Sangue e órgãos hematopoiéticos
C Aparelho cardiovascular
D Medicamentos dermatológicos
G Aparelho genito-urinário e hormonas sexuais
H Preparações hormonais sistémicas, excluindo hormonas sexuais e insulinas
J Anti-infecciosos gerais para uso sistémico
L Agentes antineoplásicos e imunomoduladores
M Sistema musculo-esquelético
N Sistema nervoso
P Produtos antiparasitários, insecticidas e repelentes
Q Uso veterinário
R Aparelho respiratório
S Órgãos dos sentidos
V Vários


Ligações externas[editar | editar código-fonte]