Adro (mitologia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Adro é uma divindade, protetora do povo Lugbara.

Características míticas[editar | editar código-fonte]

Deus da terra e do fogo na savana, representa um espírito maléfico, aspecto imanente do deus supremo do céu - Adroa. É representado como um homem alto e branco que possui apenas metade do corpo e gira saltando sobre seu único pé.

Nasceu da Adroa, que dividiu-se em dois para criar o mundo. Antigamente sua propiciação era feita com sacrifícios humanos.

Seus filhos, os Adroanzis, nascidos por uma fissura de seu corpo, são os guardiães dos mortos, que habitam os rios, as grandes árvores e as rochas. Se um deles olhar para a residência de alguém, provocam a morte.