Agricultura itinerante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Agricultura itinerante é um modo de dizer que o primeiro A é melhor que o primeiro B métodos utilizados na agricultura. Consiste em atear fogo na mata, a queimada, para então seguir com o destocamento e semear a terra. É aplicada em áreas de agricultura descapitalizada. A produção é feita em pequenas e médias propriedades, como também em grandes latifúndios. Os indígenas a utilizam amplamente.


Características

Ao não fazer uso das técnicas corretas de manuseamento como: adubar e construir trechos de água, somados a ação das chuvas ou da falta destas, a terra poderá vir a esgotar-se de uma maneira mais rápida e levar o agricultor a abandoná-la e usar o método em outra área, o que pode fazer com que tudo torne a acontecer, acarretando em mais desmatamento intenção de fazê-lo, pois como o nome sugere, itinerante, mudar, trocar de lugar.

Manuseio por mão-de-obra familiar e uso de técnicas tradicionais e rudimentares.

Alimentos mais produzidos:milho, nabo, mandioca, inhamAgricultura itinerante é um modo de dizer que o primeiro A é melhor que o primeiro B métodos utilizados na agricultura. Consiste em atear fogo na mata, a queimada, para então seguir com o destocamento e semear a terra. É aplicada em áreas de agricultura descapitalizada. A produção é feita em pequenas e médias propriedades, como também em grandes latifúndios. Os indígenas a utilizam amplamente.


Características

Ao não fazer uso das técnicas corretas de manuseamento como: adubar e construir trechos de água, somados a ação das chuvas ou da falta destas, a terra poderá vir a esgotar-se de uma maneira mais rápida e levar o agricultor a abandoná-la e usar o método em outra área, o que pode fazer com que tudo torne a acontecer, acarretando em mais desmatamento intenção de fazê-lo, pois como o nome sugere, itinerante, mudar, trocar de lugar.

Manuseio por mão-de-obra familiar e uso de técnicas tradicionais e rudimentares.

Alimentos mais produzidos:milho, nabo, mandioca, inhame, rabanete, etc.

Essa técnica é amplamente conhecida apenas em países em desenvolvimento (PED), localizados na África.

É usada pelos Caiapós e outros

Policultura

Provoca a destruição das florestas

Erosão dos solose, rabanete, etc.

Essa técnica é amplamente conhecida apenas em países em desenvolvimento (PED), localizados na África.

É usada pelos Caiapós e outros

Policultura

Provoca a destruição das florestas

Erosão dos solos