Aloysia gratissima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaAloysia gratissima
Aloysia gratissima (Verbenaceae) - flowers.jpg
Classificação científica
Reino: Plantae
Clado: angiospérmicas
Clado: eudicotiledóneas
Ordem: Lamiales
Família: Verbenaceae
Género: Aloysia
Espécie: A. gratissima
Nome binomial
Aloysia gratissima
(Gillies & Hook.) Tronc.

Aloysia gratissima é uma espécie de Aloysia,[1] popularmente chamada de Erva-de-nossa-senhora ou Erva-da-graça.[2]

Sinônimos[editar | editar código-fonte]

  • Aloysia beckii Moldenke
  • Aloysia chacoensis Moldenke
  • Aloysia floribunda M.Martens & Galeotti
  • Aloysia lycioides Cham.
  • Aloysia meyeri Moldenke
  • Aloysia mizquensis Ravenna
  • Aloysia schulziana Moldenke
  • Aloysia sellowii (Briq.) Moldenke
  • Aloysia uruguayensis Moldenke
  • Lantana virgata Larrañaga
  • Lippia affinis Briq.
  • Lippia gratissima (Gillies & Hook.) L.D.Benson
  • Lippia lycioides (Cham.) Steud.
  • Lippia sellowii Briq.
  • Verbena gratissima Gillies & Hook.
  • Verbena integerrima Larrañaga

Geral[editar | editar código-fonte]

Há uma planta comum em nosso país, conhecida como Alfazema do Brasil que cresce em forma de arbustos, desgalhados, com flores brancas.

Esse tipo de Alfazema é mais utilizado na área medicinal. A alfazema do Brasil (Aloysia gratissima) também conhecida como: Erva-santa, Erva-cheirosa, Erva-da-graça, Erva-de-colónia, Erva-de-Nossa-Senhora e Mimo-do-Brasil.

Possui várias aplicações na medicina popular como: excitante e aromática, apresentando propriedades medicinais utilizadas em tratamentos para hipertensão, colesterol, dores de cabeça, males estomacais, gripes, nervos e fígado.

Além do uso como chá, as folhas são misturadas à erva-mate para o consumo do chimarrão, as folhas são também condimentares utilizadas especialmente para temperos de carnes de porco.

Já nos jardins, é utilizada como planta ornamental e ocasionalmente como cerca-viva, pois aceita podas drásticas sem comprometer a floração.[5]

Devido as propriedades medicinais, esta espécie vem sendo muito difundida na medicina popular sul-americana e há um crescente interesse no estudo da propagação da planta, devido ao fato de que as populações naturais vêm diminuindo em consequência do desmatamento.

Referências

  1. «Aloysia» (em inglês). The Plant List. 2010. Consultado em 18 de outubro de 2014 
  2. Cecilia Ballvé Alice (1995). Plantas medicinais de uso popular: atlas farmacognóstico. Editora da ULBRA. p. 26. ISBN 978-85-85692-12-4.