Amdo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa da região tibetana de Amdo

Amdo é uma das três regiões tradicionais do Tibete, sendo as outras duas Ü-Tsang e Kham; é também o lugar de nascimento do 14.º Dalai Lama. Amdo abrange uma grande área do Rio Machu (rio Amarelo) até ao rio Drichu (rio Yangtzé). Apesar de cultural e etnicamente ser uma zona tibetana, Amdo tem sido governada nos últimos séculos por governantes locais . Os Dalai Lama não governavam Amdo desde meados do século XVIII. 1

Em 1928, a região de Amdo tornou-se parte da província de

Qinghai , da República da China.

O homónimo condado de Amdo, na Região Autónoma do Tibete, não faz parte da provínciacultural de Amdo . Foi governado diretamente pelo Dalai Lama a partir de

Lassa e é parte da região Changthang administrada por Nagqu na parte norte da região autónoma.

Amdo foi e é o lar de muitos importantes monges budistas tibetanos (ou Lamas), estudiosos que tiveram uma grande influência na política e desenvolvimento religioso do Tibete, como seja o 14.º Dalai Lama, o 10.º Panchen Lama e o grande reformador Je Tsongkhapa.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Os habitantes de Amdo tibetanos são referidos como Amdowa, como distinção regional dos tibetanos de Kham (Khamna) e U-Tsang (Tibete Central), no entanto, etnicamente são considerados tibetanos.

Hoje, a etnia tibetana predomina nas regiões oeste e meridional de Amdo, hoje governadas por várias prefeituras autónomas tibetanas, tibetano-qiang ou mongol-tibetanas. Os chineses Han são maioria na parte oriental de Qinghai e na capital da província,

Xining.

Referências

  1. Grunfeld, A. Tom, The Making of Modern Tibet, M.E. Sharpe, p245.