André e. Teodósio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
André e. Teodósio
Nascimento 30 de maio de 1977
Lapa, Lisboa, Portugal
Nacionalidade Portugal Português
Ocupação Encenador, actor, dramaturgo, músico, ensaísta

André de Mendonça Escoto Teodósio (Lisboa, 1977) é um actor e encenador português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

André de Mendonça Escoto Teodósio nasceu em Lisboa em 1977. Frequentou o Conservatório Nacional de Música, a Escola Superior de Música e a Escola Superior de Teatro e Cinema. Fez várias formações na Gulbenkian, tendo assinado a encenação da ópera «Riders to The Sea» como prova final. É membro fundador do Teatro Praga, tendo também integrado a companhia de teatro Casa Conveniente, e colabora assiduamente com a companhia de teatro Cão Solteiro. Para além dos trabalhos desenvolvidos com o Teatro Praga encenou a solo os espectáculos "Três mulheres", de Sylvia Plath, "Diário de um louco", de Nikolai Gogol, "Super-Gorila" e "Supernova", co-criados com José Maria Vieira Mendes e André Godinho. Encenou as óperas "Metanoite", de João Madureira, "Outro Fim", de António Pinho Vargas, "Blue Monday", de George Gershwin e Gianni Schicchi, de Giacomo Puccini . Escreve regularmente para diversas publicações sendo autor do texto "Cenofobia" editado pela Fundação Culturgest e autor do ciclo Top Models que inclui "Susana Pomba (um mito urbano)" e "Paula Sá Nogueira (um bestiário)". É ainda co-autor do bailado «Perda Preciosa» na Companhia Nacional de Bailado recipiente do prémio Sociedade Portuguesa de Autores na categoria de melhor espectáculo de dança. Tem apresentado os seus trabalhos em inúmeros teatros portugueses e estrangeiros. As suas encenações abordam de forma recorrente a fusão de realidade e ilusão e o problema do poder.

É apresentador do programa "Super Swing" no Canal Q.

Foi nomeado pelo Jornal Expresso como um dos 100 portugueses mais influentes de 2012.[1]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Cenofobia (em Panos), Ed. Culturgest 2010
  • Império (com Alexandre Melo e Vasco Araújo), Ed. Documenta 2012
  • Risoma (em Prontuário do Riso), Ed. Tinta-da-China 2013
  • Who needs realism when we can have fakism (com Teatro Praga), Ed. Teatro Praga 2013
  • Augusta (com Alexandre Melo e Vasco Araújo), Ed. Documenta 2017

Ligações externas[editar | editar código-fonte]