Antônimo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Antónimo (pt) ou antônimo (pt-BR) é a palavra cujo significado seja contrário, oposto ou inverso ao de outra.[1]

O emprego de antónimos na construção de frases é um dos recursos estilísticos que conferem ao trecho empregado uma forma mais erudita ou que chame atenção do leitor ou do ouvinte.

Tipos de sinônimos[editar | editar código-fonte]

Dentro do campo de estudos denominado Lexicologia, há diferentes maneiras de compreender os antônimos e sua relação de antonímia.

Rocha Lima (1979) distingue os antônimos formados por radicais diferentes (tais como feliz e triste); antônimos com o mesmo radical, mas marcados por um prefixo que dá a eles o significado contrário (como acordado e desacordado); e antônimos contextuais, em que as palavras podem ter mais de um sentido. Neste caso, grave pode ser antônimo de leve ou de agudo, dependendo do contexto em que a palavra está sendo usada.[2]

Bechara (1999) aponta que antônimos podem ser uma oposição contraditória (como vida e morte), contrários (chegar e partir), ou apenas correlatos (irmão e irmã).[2] Coelho (2006) amplia essa definição e dá quatro possibilidades de antônimos. Oposição por relação de contraditoriedade; Oposição por relação de contrariedade; Oposição por relação de reciprocidade; Oposição por relação de comparatividade gradativa.[2]

Exemplos[editar | editar código-fonte]

Palavra Antônimo
alto baixo
bem mal
bom mau
bonito feio
mais menos
amigo inimigo
construção destruição
público privado
honestidade desonestidade
introvertido extrovertido
salgado insosso
doce amargo
dentro fora
gordo magro
preto branco
seco molhado
grosso fino
duro mole
rir chorar
grande pequeno
soberba humildade
bendizer maldizer
ativo inativo
simpático antipático
progredir regredir
rápido lento
sair entrar
desacompanhado acompanhado
concórdia discórdia
pesado leve
quente frio
presente ausente
escuro claro
inadequada adequada
amor ódio
rico pobre
forte fraco
justo injusto
certo errado

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «Sinônimos e Antônimos - Português». InfoEscola. Consultado em 6 de janeiro de 2020 
  2. a b c Coelho, Braz José (2006). «ANTÔNIMOS – mais do que palavras de sentidos contrários». Linguagem: Estudos e Pesquisas. 8 (1). ISSN 1519-6240. doi:10.5216/lep.v8i1.11884