Archéophone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Archéophone em Biblioteca Nacional em Aarhus, Dinamarca

O Archéophone é uma versão moderna dos fonógrafos do início do século XX. Ele foi inventado na França por Henri Chamoux em 1998.

Descrição[editar | editar código-fonte]

O Archéophone pode ler todos os formatos de cilindros fonográficos de cera ou de celuloide, tais como os que foram produzidos entre 1888 e 1929. Ele possui duas saídas de tipo conector RCA que lhe permitem que seja conectado à um preamplificador.

O aparelho é utilizado para copiar e preservar os registros antigos, particularmente pela Biblioteca do Congresso nos Estados Unidos e pela Biblioteca Nacional da França, assim como por várias outras bibliotecas e também por arquivos públicos e privados de todo o mundo.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Tecnologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.