Arimaspos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Arimaspos eram, na mitologia grega um povo de guerreiros que tinham um só olho. De acordo com as lendas, os arimaspos constituíram um povo fantástico que vivia além da terra dos isédonos, no nordeste remoto. Segundo Heródoto, estes e os Masságetas entraram em guerra com a Cítia, deslocando os Citas para oeste causando pressão demográfica sobre os recursos naturais e territórios cimérios na costa do Euxino, gerando uma guerra civil entre elitistas (que queriam fugir) e comuns (que queriam lutar contra os citas e morrer pelo solo ancestral sagrado). Os primeiros venceram a guerra interna e bateram em retirada pela costa do mesmo mar indo parar na altura do Pontvs, enquanto os citas foram parar no coração da Média seguindo o Cáucaso. Os medos que já estavam enfraquecidos pelas guerras fronteiriças com os persas, acabaram por capitular frente aos Citas e estes controlaram o centro geopolítico do mundo civilizado e conhecido na altura por décadas, ameaçando invadir o Egipto na sua passagem pelo corredor sírio, mas dissuadidos por estes através de possíveis acordos (possivelmente tributos/et cetera). Só que ao terem de acelerar sua volta a Cítia por rebeliões de servos, os mesmos acabaram deixando um vácuo de poder e com a Média enfraquecida e humilhada pela derrota frente aos bárbaros (que se repetiria depois na guerra entre persas e Masságetas), a Pérsia finalmente pôde realizar seu sonho mor em impor sua gula geopolítica, territorial, econômica, civilizacional e cia diante dos domínios medos. E assim Heródoto nos explica como a Pérsia chegou ao topo do mundo e por que depois da derrota diante dos Masságetas e Citas (num posterior embate a norte da Trácia Oriental), esta decidiu atacar a Héllada pós-vexame diante dos bárbaros nos limes setentrionais do império (uma espécie de Teutoburgo do leste versão tri-repetida).

Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.