Babad Tanah Jawi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Babad Tanah Jawi

Babad Tanah Djawi ou Babad Tanah Jawi são uma série de manuscritos redigidos em língua javanesa, datados do século XVIII. O título significa História da Terra de Java, e foram usados para explicar o auge do islamismo em Java, onde é a religião predominante desde o século XVI. Nos textos, que misturam factos verídicos com outros claramente fictícios, menciona-se os Wali Sanga, figuras santas do islamismo indonésio.[1]

Referências

  1. Ricklefs, M. C (1991). A History of Modern Indonesia since c.1300 (em inglês) 2.ª ed. Londres: MacMillan. pp. 9 e 10. ISBN 0-333-57689-6