Batalha de Cowpens

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Cowpens
Guerra da Independência dos Estados Unidos
Cowpens.jpg
Pintura por William Ranney: na extrema esquerda um soldado negro dispara sua pistola contra um militar britânico, salvando assim a vida do coronel americano William Washington (no cavalo branco ao centro).
Data 17 de janeiro de 1781
Local Condado de Cherokee
Chesnee, Carolina do Sul
Desfecho Vitória americana
Beligerantes
US flag 13 stars – Betsy Ross.svg Estados Unidos Flag of Great Britain (1707-1800).svg Grã-Bretanha
Comandantes
US flag 13 stars – Betsy Ross.svg Daniel Morgan Flag of Great Britain (1707-1800).svg Banastre Tarleton
Forças
800 - 1 912 combatentes 1 150 soldados
Baixas
25 mortos
124 feridos
110 mortos
229 feridos
829 capturados ou desaparecidos
2 canhões perdidos

A Batalha de Cowpens foi uma luta travada entre as forças do exército continental e do exército britânico durante a Guerra da Independência dos Estados Unidos. Os combatentes americanos eram comandados pelo brigadeiro-general Daniel Morgan e as tropas inglesas pelo coronel Banastre Tarleton. A batalha fez parte da campanha para reconquistar a Carolina do Sul, que estava sob ocupação britânica por anos.[1]

Travada na cidade de Cowpens, no Condado de Cherokee, no norte da Carolina do Sul, a batalha aconteceu no dia 17 de janeiro de 1781 e começou com um impetuoso ataque inglês. Os americanos, com uma posição mais vantajosa no campo, segurou a ofensiva e contra-atacaram. A luta foi intensa e no final, exaustos, os britânicos tiveram de recuar. A vitória em Cowpens foi decisiva na campanha para derrotar o exército inglês no sul dos Estados Unidos.[2]

Referências

  1. Babits, Lawrence E. (1998). A Devil of a Whipping: The Battle of Cowpens. Chapel Hill: University of North Carolina Press. ISBN 0-8078-2434-8 
  2. Bearss, Edwin. C. (1996). The Battle of Cowpens: A Documented Narrative and Troop Movement Maps. Johnson City, Tennessee: Overmountain Press. ISBN 1-57072-045-2