Batalha de Kulikovo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Kulikovo
Parte da(o) Incursões punitivas mongóis contra os principados russos
Kulikovo05.jpg
Ilustração do século 17
Data 8 de Setembro de 1380
Local Rio Don
Desfecho Decisiva vitória russa
Combatentes
 Império Russo Golden Horde flag 1339.svg Horda Dourada
Principais líderes
Império Russo Demétrio de Moscou Golden Horde flag 1339.svg Mamai
Forças
40.000-70.000 150.000
Vítimas
20.000 8/9 de todas as tropas

A Batalha de Kulikovo (em russo: Куликовская битва) foi travada pelos tártaros e mongóis da Horda de Ouro contra os russos. Este embate ocorreu em 8 de setembro de 1380 no campo Kulikovo próximo do rio Don (hoje Oblast de Tuva) e terminou com uma vitória russa. O local da batalha é hoje comemorado com uma igreja memorial, construída com um design por Aleksy Shchusev.

A batalha[editar | editar código-fonte]

Exércitos russos combinados sob o comando do grão-duque de Vladimir, Dimitri Ivanovich de Moscou (conhecido como "Dimitri do Don" posteriormente) enfrentou uma força mongol muito maior sob o comando de Mamai, o forte líder militar da Horda Dourada. Este tinha como aliados o grão-príncipe Oleg de Ryazan e o grão-príncipe Jogaila da Lituânia. No entanto estes chegaram tarde na batalha. De acordo com o velho poema russo Zadonshchina, os russos tinham 150 mil soldados contra o dobro de tártaro-mongóis, porém o atual tamanho do campo de Kulikovo não suportaria tamanho contingente de soldado. Acredita-se que o contingente era próximo de 80 mil russos e 125 mil tártaro-mongóis.

A batalha foi aberta com um simples combate de dois campeões. O campeão russo era Alexander Peresvet, um monge da abadia Trinity enviada para a batalha por Santo Sergius. O campeão da Horda era Temir-Murza (também conhecido Chelubey ou Cheli-bey). Os campeões mataram um ao outro no primeiro embate, apesar de a lenda russa dizer que Peresvet não caiu do cavalo, enquanto Temir-Murza caiu.

Após aproximadamente três horas de batalha (do meio-dia às três horas da tarde) as forças russas foram bem-sucedidas, apesar de sofrerem muitas baixas, após tomar o ataque da Horda. A cavalaria de Vladimir, príncipe de Serpukhov (sobrinho de Dimitri), liderada pelo principal estrategista da batalha, Dimitri Bobrok, príncipe da Volínia lançou um contra-ataque de surpresa pelos flancos e derrotou as forças da Horda. Mamai, após ter sido derrotado, escapou para a Crimeia, aonde foi assassinado por seus inimigos, deixando a Horda sob o comando de Tokhtamysh, o qual vingaria dois anos depois a derrota tártaro-mongol em Kulikovo com uma massiva campanha militar punitiva contra os principados russos. Como resultado os principados russos passariam mais um século dominados pela Horda de Ouro.

Consequências[editar | editar código-fonte]

Esta vitória é considerada como o início do fim do domínio mongol sobre a Rússia, o qual terminou oficialmente com a batalha do rio Ugra cem anos depois. Sua importância espiritual para a unificação das terras russas foi ainda mais importante. Como um historiador colocou, os russos vieram ao campo de Kulikovo como cidadãos de vários principados e retornaram como uma nação russa unida.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Batalha de Kulikovo