Batalha de Maloyaroslavets

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Batalha de Maloyaroslavets
Parte da(o) Campanha da Rússia (1812)
Hess maloyaroslavets.jpg
Batalha de Maloyaroslavets, por Piter von Hess
Data 24 de Outubro de 1812
Local Maloyaroslavets, Rússia
Desfecho Vitória tática francesa;
vitória estratégica russa;
Combatentes
Flag of France (1794–1815, 1830–1958).svg Império Francês Rússia Império Russo
Principais líderes
Flag of France (1794–1815, 1830–1958).svg Eugène de Beauharnais Rússia Mikhail Illarionovich Kutuzov
Forças
24 000 12 000 de infantaria
3 000 na cavalaria
84 canhões
10 000 reforços
Vítimas
6 000 mortos, feridos ou desaparecidos 4 412 mortos ou feridos
2 753 desaparecidos

A Batalha de Maloyaroslavets teve lugar no dia 24 de outubro de 1812, com os exército russos sob o comando do marechal Kutuzov, e o exército francês comandado pelo enteado de Napoleão.

Prelúdio[editar | editar código-fonte]

Em 19 de outubro Napoleão se retirou de Moscovo e marchou na direção de Kaluga. Napoleão acreditava que as forças russas estavam em Fominskoye a 40 milhas de Moscou mas para a surpresa de Napoleão o Marechal Kutuzov tinha enviado em sua direção o General Dokhturov com 12.000 homens, 3000 homens da cavalaria e 84 armas. O general Dokhturov resolveu se manter firme até a chegada dos reforços sobre o rio Luzha.

A batalha[editar | editar código-fonte]

Dokhturov entrou na cidade a partir do sul e encontrou os franceses lá com a ponte tomada. Ferozes combates começaram, a cidade mudou de mãos cinco vezes.O General Raevski chegaram com mais 10.000 russos, mais uma vez eles tomaram a cidade, embora não a ponte.Uma divisão italiana, sob o comando de Domenico Pino (Ministro da Guerra do Reino da Itália), de noite tinham expulso novamente os russos. Durante o curso da batalha a cidade mudou de mãos nada menos do que 8 vezes, e foi citado que o exército francês e exército italiano, em especial, lutaram como leões.O Marechal Kutuzov chegou, e decidiu uma batalha campal com o Grande Exército no dia seguinte, e em vez de recuar para Kaluga. As forças principalmente francêsa e italiana tiveram uma vitória decisiva sobre o dia, mas a um custo muito pesado, embora o exército russo tomou um espancamento tiveram uma vitória estratégica com sucesso, já que pretendiam evitar batalha como um resultado de grandes baixas em soldados, Napoleão mudou sua linha de mar, ao norte, através Mozhaisk e Smolensk, o percurso que pretendia evitar. O exército Francês perdeu 6 000 homens, enquanto os russos sofreram 7 000 baixas.

Resultados[editar | editar código-fonte]

A batalha terminou com uma vitória tática francesa, porém eles tiveram de abandonar a marcha em direção a Kaluga.