Batalha de Uji (1221)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Uji de 1221
Guerra Jōkyū
Data 13 e 14 de maio de 1221
Local Uji, Província de Kyoto
Desfecho Vitória do shogunato, o imperador é exilado
Casus belli O Imperador Go-Toba declara Hōjō Yoshitoki traidor do Estado
Beligerantes
Sasa Rindo.svg Forças do Shogunato Imperial Seal of Japan.svg Forças Imperiais
Comandantes
Hōjō Yoshitoki Imperador Go-Toba

A Terceira Batalha de Uji foi a principal batalha da Guerra Jōkyū no Japão. As forças do shogunato lideradas por Hōjō Yoshitoki tentaram entrar em Quioto e expulsar o Imperador Go-Toba [1].

As forças do Imperador, junto com os sohei (monges guerreiros) do Enryaku-ji (Monte Hiei) procuraram se defender na ponte para Quioto. As forças do shogunato atacaram por uma extensa frente de batalha que ia desde a ponte de Uji até a distante ponte de Seta, apesar das forças imperiais resistirem por várias horas , finalmente cederam e o exército do xogum avançou até a cidade vencendo as forças rebeldes restantes [1].

Referências

  1. a b Jonathan Clements, A Brief History of the Samurai (em inglês) Hachette UK, 2013 ISBN 9781472107725
Ícone de esboço Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.