Blastóporo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em embriologia, o blastóporo é uma abertura que serve de comunicação na fase embrionária, pondo em contato a cavidade digestiva (ou arquêntero) com o meio externo.[1] Ele surge na fase embrionária gástrula, quando começa a diferenciação celular. Uma outra abertura surge posteriormente (ainda durante o desenvolvimento embrionário).

Na maioria dos animais o blastóporo dá origem à boca (protostômios - origina primeiro a boca. protos, primeiro; stoma, boca).[2] Nos equinodermos, nos hemicordados e nos cordados, o blastóporo dá origem ao ânus (deuterostômios - origina o ânus primeiro e a boca por segundo. deuteros, segundo; stoma, boca).[2] Um exemplos é o de que moluscos são protostômios e os tetrápodes (répteis, mamíferos e aves) são deuterostômios.

Como outros exemplos de deuterostômios, podemos citar as estrelas do mar (equinodermos) o anfioxo (semicordado) e os cordados (peixes, anfíbios, répteis aves e mamíferos). Todos estes animais são deuterostômio.

Referências

  1. Reis, Y. T., & Dantas, J. O. (2011). Biologia do Desenvolvimento (PDF). São Cristóvão, SE: Universidade Federal de Sergipe, p. 14.
  2. a b Moreira, C. (2014). Desenvolvimento Embrionário dos Animais. Revista de Ciência Elementar, 2(4), rce2014-247.
Ícone de esboço Este artigo sobre Embriologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.