Boris Zilber

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Boris Zilber
Boris Zilber no Instituto de Pesquisas Matemáticas de Oberwolfach, 2010
Nacionalidade Reino Unido Britânico
Alma mater Universidade Estatal de São Petersburgo
Prêmios Tarski Lectures (2002), Gödel Lecturer (2003), Prêmio Berwick Sênior (2004), Prêmio Pólya (2015)
Instituições Universidade de Oxford
Campo(s) Matemática
Notas Página pessoal (em inglês) na Universidade de Oxford

Boris Zilber é um matemático britânico natural da Rússia. Trabalha com teoria dos modelos.

Zilber obteve o título de Candidato de Ciências em 1975 na Universidade de Novosibirsk e doktor nauk em 1986 na Universidade Estatal de São Petersburgo. É desde 1999 Professor de lógica matemática da Universidade de Oxford.

Em 2004 obteve um resultado em teoria dos modelos de fundamental significado para a ainda incompleta hipótese de Schanuel, de grande significância na teoria dos números transcendentais. Com Ehud Hrushovski introduziu a geometria de Zariski (Journal of the AMS, Bd.9, 1996, S.1), generalizações de topologias de Zariski. Seu livro sobre o assunto foi publicado em 2010 pela Cambridge University Press (Zariski Geometries- geometry from the logician´s point of view). É também conhecido por uma hipótese com Gregory Cherlin na teoria dos modelos, explanada por ele em 1977 (hipótese de Cherlin-Zilber).

Em 2004 recebeu o Prêmio Berwick Sênior da London Mathematical Society. Em 2002 apresentou a Tarski Lectures. Em 1983 foi palestrante convidado (Invited Speaker) no Congresso Internacional de Matemáticos em Varsóvia (The structure of models of uncountable categorial theories).

Obras[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.