Bromélia-tanque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde abril de 2010). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma infocaixa de taxonomiaBromélia tanque
Alcantaraea imperialis
Alcantaraea imperialis
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Poales
Família: Bromeliaceae
Subfamília: Tillandsioideae
Género: Alcantaraea
Nome binomial
Alcantaraea imperialis

Bromélias tanque (Alcantaraea imperialis) são as bromélias cujas folhas apresentam uma bainha larga, acumulando grandes quantidades de água e detritos no centro de sua larga roseta.

As bromélias tanque são particularmente comuns em áreas de grande pluviosidade, como florestas, mas podem também ocorrer em locais de pluviosidade menos intensa, onde a precipitação horizontal (orvalho) é alta durante a noite, conduzindo com suas folhas as gotículas de água em direção ao centro.

A água acumulada no centro da planta propicia uma certa proteção térmica para a gema apical. Em casos de incêndio, o centro da planta resiste ao fogo, permitindo que ela continue a crescer.

Em ambientes florestais, onde há grande aporte de matéria orgânica proveniente de folhas, flores, sementes, e mesmo animais mortos, o acúmulo de água das chuvas nas bromélias favorece a decomposição desse material, disponibilizando nesta água os nutrientes necessários à sobrevivência destas bromélias - a água com os nutrientes é absorvida pelas próprias folhas.

Em certas espécies, a dependência da água acumulada na roseta chega ao ponto em que as raízes perdem sua função de absorção, sendo esta função efetivada pelas folhas.

As bromélias tanque assumem um papel formidável na ecologia das florestas, providenciando abrigo, local de reprodução e alimentação de inúmeras espécies de insetos, moluscos, anfíbios, pequenos mamíferos e outros animais insetívoros, além de algas continentais que, sem estas bromélias, não sobreviveriam.

Ícone de esboço Este artigo sobre a ordem Poales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.