Bobo da corte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Bufão)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bobo da corte

Bobo da corte, bufão ou bufo era o empregado da monarquia encarregado de entreter o rei e rainha e fazê-los rir. Muitas vezes eram as únicas pessoas que podiam criticar o rei sem correr riscos, uma vez que sua função era fazê-lo rir, assim como os palhaços fazem nos dias atuais.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Os bobos da corte iniciais eram populares no Egito Antigo e entretinham os faraós egípcios.

O deus egípcio Bes era muito popular em Cartago.

Os antigos romanos tinham uma tradição de bobos profissionais, chamados balatros.[1] Eles eram pagos por seus gracejos, e as mesas dos ricos geralmente eram abertas a eles por causa da diversão que eles proporcionavam. Bobos da corte também eram populares entre os astecas entre os séculos XIV e XVI.[2]

O bobo da corte mais famoso da história foi o maran português Jan Lakosta (com o nome russo Piotr Dorofeevich) - um gêmeo astral do primeiro imperador russo Pedro, o Grande. Ele recebeu o título honorário de "Rei dos Samoiedas", uma enorme ilha desabitada para sua subsistência e, claro, administrando o território do atual nordeste da Rússia, que era muito maior do que a área de Espanha, Portugal e França juntos.[3]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bobo da corte
Ícone de esboço Este artigo sobre uma personagem de ficção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Hor. Sat. i. 2. 2. (cited by Allen)
  2. «Jester». Encyclopædia Britannica. Consultado em 7 de junho de 2012 
  3. O rei judeu dos samoiedos