Charilaos Vasilakos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Charilaos Vasilakos
Charilaos Vasilakos (no meio) a caminho de Atenas disputando a primeira maratona olímpica em 1896.
Atletismo
Nascimento 1877
Trípoli, Grécia
Nacionalidade Flag of Greece (1822-1978).svg grego
Morte 1 de dezembro de 1964 (87 anos)
Atenas, Grécia
Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Atenas 1896 maratona

Charilaos Vasilakos (Trípoli, 1877 - Atenas, 1 de dezembro de 1964) foi um maratonista grego, medalha de prata na maratona dos I Jogos Olímpicos da Era Moderna e o primeiro vencedor de uma maratona.[1]

Em 1894, após a decisão de se reviverem os antigos Jogos Olímpicos, idéia de Pierre de Frédy, o Barão de Coubertin, as preparações foram feitas para que eles se realizassem em seu país de origem, a Grécia. Uma das provas escolhidas para o atletismo seria a maratona, que nunca tinha sido disputada antes. A história da corrida vinha da Antiguidade, da lenda de Fidípides, o soldado-mensageiro grego que havia corrido de Maratona até Atenas para avisar da vitória ateniense na Batalha de Maratona, entre os gregos e os persas, em 490 a.C.[2]

Os gregos ficaram bastante entusiasmados com esse novo evento, e decidiram realizar corridas de qualificação para os pretendentes a representar a Grécia nela. Estas provas foram organizadas por um coronel do exército, Papadiamantopoulos, dentro dos Jogos Pan-Helênicos modernos, organizados em março de 1896 como um teste preparatório para os Jogos Olímpicos. A primeira corrida de seleção - e a primeira maratona da história[1] - aconteceu em 22 de março e foi vencida por Vasilakos em 3 horas e 18 minutos.

Vasilakos foi um dos únicos 17 atletas competidores nessa primeira maratona olímpica, 13 gregos e 4 estrangeiros, disputada na distância de 40 km.[3] Ele chegou em segundo lugar, em 3h06m03s,[4] atrás do compatriota Spiridon Louis, que se tornaria a partir daí o grande herói nacional esportivo grego.

Depois dos Jogos, ele se tornou despachante aduaneiro em Atenas, onde morreu em dezembro de 1964.

Referências

  1. a b Martin, Dr. David (2000). «Marathon running as a social and athletic phenomenon: historical and current trends». In: Dan Tunstall Pedoe. Marathon Medicine. Londres: Royal Society of Medicine Press. p. 31. ISBN 1-85315-460-1, 9781853154607 Verifique |isbn= (ajuda)  Parâmetro desconhecido |editorn-first= ignorado (ajuda); Parâmetro desconhecido |editorn-last= ignorado (ajuda)
  2. McKenzie-Brown, Peter. «The Story of the Marathon». Consultado em 13 de julho de 2012. 
  3. Official Report of the 1896 Olympics (10 MB, PDF)
  4. «Olympic Champions and Medalists». olympicgameswinners.com. Consultado em 13 de julho de 2012.