Chula (Rio Grande do Sul)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2017).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde janeiro de 2017).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde fevereiro de 2008). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.

Chula é uma dança típica do Sul do Brasil, introduzida por tropeiros. Dançada em desafio, praticada preferencialmente por homens. A chula tem bastante semelhança com o Lundu sapateado, encontrado em outros Estados brasileiros. A chula do Rio Grande do Sul vem da chula de Portugal. A chula portuguesa (antiga chula) é baseada em batidas dos pés e nos desafios.[1]

Uma vara de madeira denominada lança e medindo cerca de 2 ou 3 metros de comprimento é colocada no chão, com dois ou três dançarinos dispostos em suas extremidades. Ao som da gaita gaúcha, os dançarinos executam diferentes sapateados, avançando e recuando sobre o pedaço de madeira. Na qual dois bailarinos ( ou mais ) se confrontam, cada um desejando mostrar as suas qualidades coreográficas, através de gestuais movimentos e sapateados, de um e de outro lado de uma lança de madeira, colocada devidamente no chão.

Após cada seqüência realizada, o outro dançarino deverá repeti-la e em seguida realizar uma nova seqüência, geralmente mais complicada que a do seu parceiro. Assim, vencerá o dançarino que conseguir não perder o ritmo,e não encostar no pedaço de madeira e conseguir realizar a sequência coreográfica dançada como desafio pelo dançarino anterior.

A chula antigamente era usada durante os bailes, onde dois peões queriam dançar com uma mesma prenda,então desafiavam-se, aquele que fizesse o passo, em sapateio, sem erros teria o direito a dançar com esta prenda pelo resto do baile.

Hoje essa dança é mostrada apenas de forma cultural durante eventos, rodeios, etc, porém não podendo repetir o passo, de seu oponente.Eles fazem frequentemente em festas tradicionais ou em eventos apropriados para esse tipo de festa.

Referências