Cicerone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Cicerone é um termo antigo para definir um guia de turismo, alguém que dirige turistas e visitantes por museus, galerias e similares, explicando-lhes fatos de interesse arqueológico, histórico ou artístico.

Crê-se que a palavra provém da eloquência e do tipo de ensino praticados por Marco Túlio Cícero.

Apesar de parecer italiana, o Oxford English Dictionary encontra exemplos do uso da palavra em inglês anteriores ao italiano, sendo a citação mais antiga de que se dispõe o Dialogue on Medals (Diálogo sobre Medalhas) de Joseph Addison, publicado postumamente em 1726. Parece que a palavra foi utilizada primeiramente para descrever antiquários eruditos, que mostravam e explicavam aos estrangeiros as antiguidades e curiosidades do país (segundo a definição do New English Dictionary de 1762).

"The Cicerones", um conto de Robert Aickman (adaptado ao cinema numa curta-metragem de 2002), usa a ideia do cicerone que conduz visitantes e turistas como metáfora na história de um homem a quem, numa catedral, diversas personagens levam à perdição.

Notas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]