Cidade Velha (Praga)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2011). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Staré Město

A Cidade Velha (Staré Město) ou Velha Cidade de Pragase (Staré Město pražské) é junto como o Castelo de Praga, a parte mais antiga da cidade Praga, seu centro histórico. Situa-se na margem direita do Vltava e ocupa uma área relativamente restrita de 129 hectares. Até 1784 a Cidade Velha era uma municipalidade independente, como eram as municipalidades “irmãs” (Malá Strana (Praga), e Hradčany (Praga) e Nové Město (Praga)), data em que as quatro comunas de Praga se fundiram numa só cidade com 4 distritos.

Essa área se chama velha cidade em oposição à Nové Město, cidade nova fundada por Carlos IV, Sacro Imperador Romano-Germânico no século XVI e que tem uma superfície da ordem de 250 ha. A cidade Velha é separada da Cidade Nova pelas ruas Národní (nacional), Na Příkopě (sovbre o fosso) et Revoluční (da revolução). Está separada de Malá Stran pelo Vltava e ambas se ligam pela Ponte Carlos.

A Cidade Velha inclui Josefov, seu antigo gueto, administrado por muito tempo por autoridades judias.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1338, os vereadores da Cidade Velha de Praga receberam permissão do Rei da Boêmia para comprar uma magnífica casa patrícia da família Volfino de Kamene (Wolfang von Stein) e reconstruí-lo em sua prefeitura - o ainda existente Old Town Hall.[1][2]

Em meados do século XIV, a importância da Cidade Velha de Praga aumentou rapidamente. A cidade estava prosperando graças ao desenvolvimento do comércio e artesanato e tornou-se uma das mais importantes metrópoles Europa Central. Seu brilho e fama aumentaram ainda mais quando o rei da Boêmia, Carlos IV, tornou-se imperador romano em 1355. De repente, a atenção de toda a Europa medieval se voltou para Praga, a residência da cabeça do Sacro Império Romano. A prefeitura original foi ampliada por uma imponente torre de pedra quadrada, um símbolo do poder e orgulho do conselho municipal da primeira cidade do Reino e do Império. Em 1364, quando foi concluída, a torre era a mais alta da cidade.[2]

Arquitetura[editar | editar código-fonte]

O visitante não pode deixar de se encantar pela beleza e diversidade arquitetônica da Cidade Velha de Praga, que apresenta um amálgama de estilos de arquitetura, sendo que numa mesma rua pode haver uma igreja de estilo romano, uma torre gótica, uma casa renascentista, um palácio barroco, um banco Art Nouveau e uma galeria de comércio contemporânea. Principaux sites:

  • A Praça da Cidade Velha (Staroměstské náměstí),, com o befroi (dispositivo para manusear os sinos), o Relógio astronômico, a Igreja Nossa Senhora de Týn]], o monymento aq Jan Hus obra de František Bílek, o Palácio Kinský
  • A Praça da República (Náměstí Republiky) com a Casa Comunal e a Torre de Pólvora de Praga.
  • Týn, o núcleo inicial da Cidade Velha
  • O complexo Clementinum da Praga
  • A Casa da Virgem Negra de Praga
  • O Palácio Clam Gallas
  • A Sede Municipal
  • O Convento de Santa Agnes

Imagens[editar | editar código-fonte]

Referências externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cidade Velha (Praga)
  1. Prague: City Guidebook. Praha: Kartografie Praha. 2000. p. 6 
  2. a b Míka, Alois (1968). Staroměstská radince a náměstí: Old Town Hall and Square: Altstädter Rathaus und Ring. Praha: Olympia. pp. 20–21