Cobertura (finanças)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em finanças, chama-se cobertura (hedge, em inglês) ao instrumento que visa a proteger operações financeiras contra o risco de grandes variações de preço de um determinado ativo.[1]

Em finanças, uma estratégia de hedging consiste em assumir uma posição comprada ou vendida (ativo/passivo), normalmente com a contratação de um derivativo ou um investimento, com o objetivo específico de reduzir ou eliminar o risco de outro investimento ou transação.

O objetivo do hedge não é ter lucro, mas travar os preços, evitando que tenham uma alteração indesejada.[2]

Funcionamento[editar | editar código-fonte]

Uma das principais diferenças entre os fundos de hedge e os fundos de mútuos, nos Estados Unidos, é que os primeiros não são obrigados a divulgar publicamente o montante disponível em carteira. Portanto, é praticamente impossível saber em que momento constituiriam ameaça aos mercados e em que momento poderiam minimizá-la.

Muitos fundos de hedge trabalham com derivativos complexos, criados sob medida para sua clientela, os quais não são negociados com freqüência e se mantêm distantes das bolsas. Trata-se de um segmento obscuro não apenas para quem está de fora, já que nem mesmo os fundos sabem muito bem como avaliar os instrumentos à sua disposição.

Uma vez que os fundos de hedge americanos não se submetem a nenhum tipo de regulamentação, não há estatísticas definitivas a respeito. Contudo, segundo estimativas, haveria 10.000 fundos de hedge[3] cujos ativos somariam cerca de um trilhão de dólares, ante 400 milhões em 2001. Graças ao poder de alavancagem financeira dos fundos, seu impacto sobre os mercados seria provavelmente muito maior. A indústria de fundos mútuos conta com aproximadamente 8 trilhões em ativos, mas não há possibilidade de alavancagem.

Exemplo[editar | editar código-fonte]

Uma empresa exportadora de petróleo deseja fixar o preço de venda do petróleo no valor atual do mercado, de US$ 100,00. Segundo as análises do financeiro da companhia, essa operação é interessante dado uma possível queda nos preços futuros do petróleo. Portanto, ela lança um contrato futuro de venda de petróleo no preço de US$ 100,00. O comprador do contrato terá a obrigação de pagar pelo petróleo no dia do vencimento o preço US$ 100,00, independente do preço do mercado nesse dia.

Do outro lado, uma empresa aérea deseja fixar o preço de compra do petróleo para o abastecimento de suas aeronaves acreditando em uma possível subida do preço do petróleo, além de assegurar maior rigidez nos seus custos operacionais. Desse modo, ela fecha o contrato futuro de compra de petróleo a US$ 100,00 no dia do vencimento com a empresa exportadora de petróleo. Perceba que o contrato é, em teoria, um benefício mútuo, já que ajuda ambas companhias.

Entretanto, no dia do vencimento o petróleo apresenta preço de US$ 90,00. Logo, a companhia exportadora (vendedora do contrato) foi beneficiada por vender o petróleo nesse dia a US$ 100,00 ao invés do preço atual do mercado de US$ 90,00. A companhia aérea (compradora do contrato) saiu perdendo porque poderia comprar o petróleo a US$ 90,00 (valor atual) ao invés dos US$ 100,00 fechados no contrato.

Porém, mesmo que o contrato tenha sido favorável para a empresa exportadora, ele manteve os custos da empresa aérea fixos. Como é impossível prever o futuro do preço de qualquer mercadoria, a opção do hedge poderá continuar sendo utilizada pela empresa aérea como forma de se proteger contra um aumento rápido de seus custos operacionais com o combustível de sua aeronaves.[4]

Referências

  1. GITMAN, Lawrence Jeffrey. Principios da administração financeira, 10ª edição. São Paulo, Editora Pearson Addison Wesley, 2004. Pág 661
  2. http://www.operefuturos.com.br/hedge/o-que-e-hedge/#.WBjDIOxViko
  3. http://www.reuters.com/article/hedgefunds-launches-idUSL1N0Z50SZ20150619
  4. http://hcinvestimentos.com/2012/06/25/hedge/#
Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.