Colossus (computador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o personagem dos X-Men Colossus, veja Colossus (Marvel Comics).
Colossus
computador eletrônico programável
Colossus.jpg
Um computador Colossus sendo operado
Lançamento: Mark I: Dezembro de 1943
Mark II: 1 de Junho de 1944
Descontinuado: 8 de Junho de 1945
Microprocessador: Circuito customizado usando válvulas e tiratrons no Mark I (1600) e Mark 2 (2400).
Portal Tecnologias da informação

Colossus foi um computador inglês projetado em Bletchley Park durante a Segunda Guerra Mundial por um grupo liderado por Tommy Flowers, para fazer a criptoanálise de códigos ultrassecretos utilizados pelos nazistas, criados com a máquina Lorenz SZ 40/42. Com duas versões em 1943 e 1944, quando a guerra se encerrou dez Colossi estavam em operação. Utilizando símbolos perfurados em fitas de papel, o equipamento processava a uma velocidade de 25 mil caracteres por segundo.[1][2]

Não deve ser confundido com a Bomba eletromecânica criada pela equipe liderada por Alan Turing para a criptoanálise da Máquina Enigma.[3]

Referências

  1. Mark Ward (11 de fevereiro de 2013). «The road to uncovering a wartime Colossus». BBC News 
  2. «The Colossus Gallery». The National Museum of Computing 
  3. «The Electronic Computers, Part 2: Colossus» (em inglês). Creatures of Thought. 20 de Setembro de 2017. Consultado em 23 de Setembro de 2017 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre hardware é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.