Conde de Sabugal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2018). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Conde de Sabugal foi um título criado por carta régia do rei D. Filipe I de Portugal, datada de 20 de Fevereiro de 1582, a favor de D. Duarte de Castelo-Branco.

Usaram o título as seguintes pessoas:

  1. D. Duarte de Castelo-Branco, 1.º conde de Sabugal;
  2. D. Francisco de Castelo-Branco, 2.º conde de Sabugal;
  3. D. Beatriz de Menezes, 3.ª condessa de Sabugal;
  4. D. Beatriz Mascarenhas de Castelo-Branco da Costa, 3.ª condessa da Palma e 4.ª condessa de Sabugal;
  5. D. Manuel de Assis Mascarenhas, 5.º conde de Óbidos
  6. D. Eugénia Maria de Assis Mascarenhas, 6.ª condessa de Sabugal e de Óbidos;
  7. D. Manuel de Assis Mascarenhas de Sousa Coutinho, 7.º conde de Óbidos;
  8. D. Luís António de Assis Mascarenhas de Castelo-Branco de Sousa Coutinho, 8.º conde de Óbidos;
  9. D. Pedro de Assis Mascarenhas, 10.º conde da Palma;
  10. D. Miguel Pedro de Melo de Assis Mascarenhas, 10.º conde de Óbidos;
  11. D. Pedro de Melo de Assis Mascarenhas, 11.º conde de Sabugal.