Congère

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Junto a uma habitação
Formação for detrás de pedras

Um Congère [nota 1] é um galicismo que designa um montículo de neve resultante da acção do vento [1] .

A formação depende não só da neve no solo depois de um nevão, mas também da temperatura e do tipo dos flocos de neve [2] , já que uma neve muito densa ou muito compacta será mais difícil a ser levada pelo vento.

Perigos[editar | editar código-fonte]

A acumulação da neve pode-se tornar perigosa quando numa estrada o vento a cobre de neve e impede ver os seus limites, e na montanha é muito perigosa quando cria uma cresta de neve no seu cimo e que se desfaz numa torrente de neve, ou seja uma pequena avalanche quando é pisada ou se desmorona.

Protecção[editar | editar código-fonte]

Quando disposta devidamente certas barreiras obrigam a formação de congères em determinados locais para libertar aqueles onde seriam perigosos, como é o caso de uma simples barreiras para desviar o vento (barreira colectora) ou as mais sofisticadas aproveitando o efeito Venturi (barreira supradora) que acelera o ar à sua passagem e deita-a para mais longe.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. A acentuação francesa sendo inversa da portuguesa esta palavra deverá ser lida em português como se escrita com é para se manter o mesmo som.

Referências

  1. Congère. Página visitada em Jan. 2013.
  2. Étude des rapports neige/eau liquide (PDF) (em francês). Página visitada em Jan. 2013.