Conselho da Galiza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde setembro de 2018).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Bandeira do consello de Galiza, Real Academia Galega.

O Conselho da Galiza foi uma entidade política constituída em 15 de novembro de 1944 na cidade de Montevidéu (Uruguai) pelos deputados galegos eleitos na II República espanhola. [1]

História[editar | editar código-fonte]

Considerado o Governo galego no exílio espanhol, foi legitimado pelo Estatuto de autonomia da Galiza votado maciçamente em 1936 pouco tempo antes da rebelião militar do ditador Francisco Franco.

A.D.R Castelao foi quem teve a iniciativa da constituição do Conselho de Galiza influído pelo pensamento de José Antonio Aguirre, o Presidente do Governo basco no exílio. O seu primeiro presidente foi o proprio deputado Castelao. Os membros fundadores foram os deputados eleitos Antón Alonso Ríos, Ramón Suárez Picallo e Elpidio Villaverde.

Desenvolveu atividades políticas e diplomáticas até a década de 1970 quer desde o exílio na América quer desde a sua delegação em París (França).


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]