Conversor boost

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Um conversor boost (conversor amplificador) é um conversor CC/CC que aumenta a tensão (enquanto diminui a corrente) de sua entrada (alimentação) para sua saída (carga)[1]. É uma classe de fonte de alimentação comutada (SMPS) contendo pelo menos dois semicondutores (um diodo e um transistor) e pelo menos um elemento de armazenamento de energia: um capacitor, indutor ou os dois em combinação. Para reduzir o ripple de tensão, filtros feitos de capacitores (às vezes em combinação com indutores) são normalmente adicionados à saída do conversor (filtro do lado da carga) e à entrada (filtro do lado da alimentação).

Para cálculo de um projeto do conversor boost necessitamos dos dados de projeto: Vin (tensão de entrada) Delta Vout (Variação de tensão de Saída) Fs (frequência de Chaveamento) Pout (potência de Saída) Vout (tensão de saída)

Fórmulas[editar | editar código-fonte]

Ganho de Tensão

Razão Ciclica

Corrente Média na Carga

Corrente Média na Entrada

Variação de Corrente de entrada

Valor da Indutância na Entrada

Valor da Capacitânica de Saída

Carga

Esquema simplificado do conversor boost
Ícone de esboço Este artigo sobre eletrônica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. De Stasi, Frank (junho de 2015). «Working with Boost Converters» (PDF) (em inglês). Texas Instruments. Consultado em 2 de setembro de 2018