Copal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Copal

Copal, é uma jovem resina fossilizada, referido às vezes como pom (o nome na língua Maia). A palavra derivada do espanhol palavra copalli, significando incenso. Às vezes é comparado ou substituído por âmbar e empregado em joalheria.[1]

Existem vários tipos de resinas copálicas, em geral são duras, vítreas e extraídas de certas árvores da floresta tropical. Industrialmente são empregadas na preparação de alguns tipos de vernizes e lacas.

Muitas culturas indígenas no México usam o copal fresco como incenso, usado durante limpezas da energia e curas da aura e durante o temazcal, ou cerimônia do alojamento do suor. Está disponível em formas diferentes. O duro, parecido com o âmbar, copal amarelo é uma versão menos cara. O copal branco, uma substância dura, leitosa, pegajosa, é uma versão mais cara da mesma resina.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Copal». Biblioteca Nacional da Alemanha (em alemão). Consultado em 31 de maio de 2020