Corpos amiláceos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Micrografia de corpos amiláceos em glândulas prostáticas benignas. Coloração H&E.

Corpos amiláceos, conhecidos também como corpora amylacea ou cálculos prostáticos  são massas pequenas e hialinas encontradas na próstata. Eles se originam de células degeneradas ou secreções espessas e aumentam em ocorrência conforme a idade. Apesar de seu significado biológico não ser conhecido, eles podem ser utilizados para identificação do órgão ao microscópio.

Na próstata, sua aparência é comum em glândulas benignas (sem neoplasias), mas sua presença não exclui a possibilidade de haver um câncer.[1]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Christian JD, Lamm TC, Morrow JF, Bostwick DG (janeiro de 2005). «Corpora amylacea in adenocarcinoma of the prostate: incidence and histology within needle core biopsies». Mod. Pathol. 18 (1): 36–9. PMID 15309020. doi:10.1038/modpathol.3800250 
Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.