Crónica de el-rei D. João I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Crónica d’El Rei D. João I, foi escrita em 1443 pelo cronista Fernão Lopes, por incumbência do Rei D. Duarte.

A crónica é composta por 3 partes:

  • 1ª parte – descreve o que se passou entre a morte de D. Fernando e a subida ao trono de D. João I, Mestre de Avis.
  • 2ª parte – descreve os acontecimentos ocorridos durante o reinado de D. João I até 1411, altura em que foi assinada a paz com Castela
  • 3ª parte – D. João morreu.

Vida e obra de Fernão Lopes

•  C. 1385-1459.

•  Primeiro cronista oficial do reino.

•  Guarda-mor da Torre do Tombo de 1418 a 1454.

•  Origem: provavelmente popular ou mesteiral.

•  Educação: provavelmente numa escola conventual;

autodidata; domínio do latim e do castelhano.

•  Funções na corte: escrivão de livros de D. João I

e de D. Duarte; escrivão da puridade do infante

D. Fernando.

•  Nomeações: guarda das escrituras do Tombo

(em 1418); cronista-mor do reino (1434-1454).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Disponível para download na Biblioteca Nacional de Lisboa
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.