Crônica da Casa Assassinada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde janeiro de 2018)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Crônica da Casa Assassinada
Autor(es) Lúcio Cardoso
Idioma Português
País  Brasil
Assunto Adultério, incesto e insanidade
Gênero Romance, Ficção brasileira
Editora J. Olympio
Lançamento 1959
Páginas 507

Crônica da Casa Assassinada é um livro de Lúcio Cardoso publicado no Brasil em 1959.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Contada por meio de cartas, é uma história densa, cheia de ciúmes, rancores e perversões, numa velha chácara no interior de Minas Gerais, que recebe a visita de uma mulher.

Na história da decadência dos Meneses, descobrem-se parentescos, casos extraconjugais, atos violentos, amores proibidos, relações incestuosas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.