Daniel Swarovski

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Daniel Swarovski
Daniel Swarovski em 1891
Nascimento 24 de outubro de 1862
Jiřetín pod Bukovou, Boêmia, Flag of the Habsburg Monarchy.svg Império Austríaco
Morte 23 de janeiro de 1956 (93 anos)
Wattens,  Áustria
Nacionalidade austríaco
Progenitores Mãe: Helene Swarovski
Pai: Franz Anton Swarovski
Cônjuge Marie Weis
Ocupação cortador de vidro e joalheiro

Daniel Swarovski (Georgenthal, Boêmia, 24 de outubro de 1862Wattens, Áustria, 23 de janeiro de 1956) foi um dos fundadores da empresa de cristais Swarovski, que foi possível após ter inventado uma máquina de corte elétrico de vidro, patenteada em 1892.[1] Em 1895 fundou a empresa Swarovski com o financiamento de Armand Kosman e Franz Weis, originalmente chamada A. Kosmann, Daniel Swarovski & Co., mais tarde encurtada para K.S. & Co., atualmente Swarovski.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Swarovski nasceu em Georgenthal bei Gablonz, na região da Boêmia, pertencente ao Império Austríaco (atualmente Jiřetín pod Bukovou, República Tcheca), filho de Franz Anton Swarovski e Helene Swarovski (nascida Staffen). Ele nasceu nas montanhas Jizera, a 20 quilômetros da fronteira atual com a Polônia. Como muitos da região, seu pai era cortador de vidro, e Swarovski aprendeu a arte de cortar vidro na pequena fábrica de seu pai.

Estudou em Paris e Viena, onde conheceu František Křiží, e tornou-se interessado em eletricidade na Exposição Internacional de Eletricidade de 1883 em Viena. Em 1892, patenteou uma máquina de corte elétrico que facilitou a produção de jóias de vidro de cristal de chumbo, que até à época era cortada a mão. Em 1895, imigrou para Áustria e formou uma parceria com Armand Kosman e Franz Weis para formar a "A. Kosmann, D. Swarovski & Co".

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.