Declaração de Salamanca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A Declaração de Salamanca (Salamanca - 1994) é uma resolução das Nações Unidas que trata dos princípios, política e prática em educação especial. Adotada em Assembleia Geral, apresenta os Procedimentos-Padrões das Nações Unidas para a Equalização de Oportunidades para Pessoas com Deficiência. É considerada mundialmente um dos mais importantes documentos que visam a inclusão social, juntamente com a Convenção sobre os Direitos da Criança[1] (1988) e da Declaração Mundial sobre Educação para Todos[2] (1990). Faz parte da pendência mundial que vem consolidando a educação inclusiva.[3]

Referências

  1. Unicef Unicef
  2. Unesco Unesco
  3. «The UNESCO Salamanca Statement». www.csie.org.uk. Consultado em 5 de setembro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikisource
A Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Declaração de Salamanca
Ícone de esboço Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.