Discussão:Edna Savaget

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Untitled[editar código-fonte]

Alguém por favor altere o nome do artigo de "Edna Sagavet" para "Programa Edna Savaget", ou então corrijam este artigo e façam dele um artigo sobre a própria Edna Sagavet... Se o nome do artigo tem o título "Edna Savaget", então tem que ser obrigatóriamente um artigo biográfico, e artigos biográficos têm que ser wikificados da seguinte maneira "Fulano de Tal" (Cidade, Estado, data de nascimento - Cidade, Estado, data de morte) foi um (principal ocupação/profissão) brasileiro (ou português ou angolano etc...) que fez isso, isso e isso (listar coisas que a pessoa fez)... Começaram este artigo falando em "programas femininos de auditório", quando o artigo tem como nome o nome próprio de uma pessoa, totalmente fora dos padrões da Wikipédia.

Edna Savaget, uma das precursoras dos programas e TV dedicados à mulher. A jornalista e escritora nascida no ano de 1928 tinha medo de morrer num domingo ou feriado 'por não dar Ibope', como confidenciava aos filhos, foi enterrada no Cemitério de São João Batista, em Botafogo. No funeral, amigos, entre eles a escritora Nélida Pigñon, e parentes leram uma poesia feita pela apresentadora. Edna Savaget comandou em 1989 pela última vez o programa que levava seu nome, na Rede Bandeirantes. Depois, na TV Educativa participou como debatedora do ‘Sem censura’, na época apresentado por Lúcia Mendes. Minha mãe parou porque dizia que queria sair enquanto as luzes ainda estavam acesas para ela. Ultimamente andava chateada com o baixo nível das atrações da TV. Só ia a TVE. Ela se esforçou tanto, foram 32 anos ininterruptos no ar, em diferentes emissoras para hoje assistir o Ratinho. Nascida no bairro Riachuelo, Zona Norte do Rio, Edna estreou na TV Tupi em 1957. Luciana ressalta que sua mãe foi a primeira a levar, num programa do gênero, médicos e enfermeiras para discutirem assuntos como parto sem dor e amamentação. Culinária, artesanato e primeiros socorros também faziam parte do show. Na TV Globo foi a primeira a fazer um programa ao vivo - Ela detestava fazer programa gravado. Nunca usou teleprompter. Hoje ninguém improvisa. Depois de seis anos na Globo, a apresentadora voltou para a Tupi, passou pela Bandeirantes, Continental e Record. Formada pela turma de jornalismo em 1951, seu emprego inicial, foi como repórter policial, no jornal ‘A Noite’, aos 17 anos. Posteriormente escreveu para revistas femininas e, paralelamente à televisão, dedicou 32 anos de carreira à Rádio MEC. Ela também trabalhou nas rádios Eldorado e Nacional. A apresentadora descobriu que estava com câncer no fígado, no dia do seu aniversário, em 19 de maio passado. Edna morreu em seu apartamento na Praia de Botafogo no dia 12/09/1998 com 70 anos de idade. Casada há 43 anos com o arquiteto Leopoldo Teixeira Leite de 70 anos, tinha 3 netos: Frederico, de 15 anos, filho de Luciana; e Vitória de 5 anos, e Vinícius, de 8, filhos de Andréa, de 36 anos, que veio de Buenos Aires, onde mora, para o enterro.comentário não assinado de 189.24.43.121 (discussão • contrib) (data/hora não informada)

  • Temos um artigo sobre Edna Savaget, que poderá editar, baseada em fontes fiáveis que deve mostrar. O texto que colocou aqui no fale com a Wikipédia foi copiado para a discussão do artigo, tem que ser transformado num texto para enciclopédia.-- Jo Lorib ->d 14h36min de 6 de abril de 2011 (UTC)