Discussão:Gravidez na adolescência

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Untitled[editar código-fonte]

Bom, não achei certo terem eliminada a página de dicussão que aborta o seguinte tema Gravidez na Adolescência, já que esse é um espaço, aberto para melhorias no artigo, porisso resolvi recria-la, peço para que não fuja do assunto e transforme dessa página, uma espécie de página de relacionamentos ok? Obrigada. --Ca puzi (discussão) 12h54min de 13 de Outubro de 2008 (UTC)

Melhorias no Artigo[editar código-fonte]

No artigo o tema Gravidez na adolescência, não está bem exposto, o que prejudica aqueles que usa a Wikipédia, como fonte para pesquisas escolares, etc... A Gravidez na Adolescência, muitas vezes taxada de Gravidez Precoce, está se tornando cada vez mais comum na sociedade contemporânea, pois os adolescentes estão iniciando a vida sexual mais cedo.

A gravidez na adolescência envolve muito mais do que problemas físicos, pois há também problemas emocionais, sociais, entre outros. Uma jovem de 14 anos, por exemplo, não está preparada para cuidar de um bebê, muito menos de uma família. Com isso, entramos em outra polêmica, o de mães solteiras, por serem muito jovens os rapazes e as moças não assumem um compromisso sério e na maioria dos casos quando surge a gravidez um dos dois abandona a relação sem se importar com as conseqüências. Por isso o número de mães jovens e solteiras vem crescendo consideravelmente. É muito importante que haja diálogo entre os pais, os professores e os próprios adolescentes, como forma de esclarecimento e informação. Mas o que acontece é que muitos pais acham constrangedor ter um diálogo aberto com seus filhos, essa falta de diálogo gera jovens mal instruídos que iniciam a vida sexual sem o mínimo de conhecimento. Alguns especialistas afirmam que quando o jovem tem um bom diálogo com os pais, quando a escola promove explicações sobre como se prevenir, o tempo certo em que o corpo está pronto para ter relações e gerar um filho, há uma baixa probabilidade de gravidez precoce e um pequeno índice de doenças sexualmente transmissíveis. O prazer momentâneo que os jovens sentem durante a relação sexual transforma-se em uma situação desconfortável quando descobrem a gravidez. É importante que quando diagnosticada a gravidez a adolescente comece o pré-natal, receba o apoio da família, em especial dos pais, tenha auxílio de um profissional da área de psicologia para trabalhar o emocional dessa adolescente. Dessa forma, ela terá uma gravidez tranqüila, terá perspectivas mais positivas em relação a ser mãe, pois muitas entram em depressão por achar que a gravidez significa o fim de sua vida e de sua liberdade. --Ca puzi (discussão) 13h14min de 13 de Outubro de 2008 (UTC)


As suas edições foram revertidas por conterem texto meramente opinativo e foi removido o parágrafo inicial que impede que se saiba de que assunto o verbete trata.--OS2Warp msg 18h36min de 13 de Outubro de 2008 (UTC)



Gravidez na adolescência é um dos fatos mais preocupantes relacionados à sexualidade de jovens pois acarreta problemas sociais, econômicos e psicológicos.

A adolescente que se descobre grávida terá mais um problema para lidar, já que a adolescência é uma fase complicada para qualquer jovem. Os hormônios aflorando e causando enormes mudanças no corpo e na mente, vestibular, qual profissão seguir para o resto de sua vida e a necessidade inerente e rebelde que o jovem têm por liberdade e rompimento de padrões.

O prazer momentâneo da transa pode custar muito caro para um jovem. Mas analisando com cuidado a questão vemos que todos temos uma parcela de culpa. Paradoxalmente o sexo continua sendo um tabu, apesar do excesso de informação e a pornografia e sensualidade sendo exploradas à todo momento nos meios de comunicação. Os jovens são bombardeados a todo momento com mensagens ligadas à sexo e a omissão dos pais causa uma ignorância com resultados trágicos, como a gravidez na adolescência.

A jovem mãe, na maiorias da vezes abandonada pelo parceiro, carrega um fardo pesado. Sem o apoio da família ela tende a se tornar um adulto com transtornos psicológicos e ter dificuldades, financeiras e emocionais, pelo resto de sua vida.

O papel dos pais é essencial tanto na prevenção da gravidez na adolescência quanto no auxílio à mãe precoce, ainda despreparada pra vida. Não resta dúvida então que o melhor remédio para não engravidar é prevenir. Então eduque seus filhos, os conscientize da importância do uso de camisinha, não deixe o sexo ser um tabu e causar danos à sua família. Só assim será possível evitar uma indesejável gravidez na adolescência.

                                                    --geu (discussão) 00h12min de 18 de Novembro de 2008 (UTC)

Precoce[editar código-fonte]

Gravidez na adolescência ....


O artigo inteiro é um gigantesco texto opinativo, com afirmações grosseiras de senso-comum, algumas a contradizerem investigação recente na psicologia do adolescente e da gravidez. Contem apenas o enviesamento bacoco de uma ou duas mães que retratam o seu conhecimento pessoal diminuto a uma realidade incrivelmente abrangente. É um vergonha este "coiso" ser considerado um "artigo" seja do que for. Opiniões pessoais, atrocidades do Português, afirmações grosseiras sem fundamento técnico são para blogs, não para a wikipédia que tem cada vez menos credibilidade devido a estas pessoas que se julgam conhecedoras de toda a realidade do mundo resumindo o mesmo aquilo que "acham" ou "ouvem dizer" sem um pingo de humildade ou abertura de espírito. Este artigo é um insulto a qualquer pessoa das áreas Cientificas.