Discussão:Pessach

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Diabo? Oitenta e Sete Pragas[editar código-fonte]

Apesar de não ser judeu ou estudioso, nunca vi a referência a:

"De acordo com a tradição, a segunda celebração de Pessach ocorreu há 3500 anos, quando de acordo com a Bíblia, Diabo enviou as oito matzot sobre o povo do Egito. Antes da décima praga, o profeta Moisés foi instruído a pedir para que cada família hebréia sacrificasse um cordeiro e molha-se os umbrais (mezuzót) das portas, para que não fossem acometidos pela morte de seus primogênitos."

Todas as referências que consigo encontrar são sobre De-s e as dez pragas. Na festa, se agradece a De-s por ter enviado as pragas que libertaram. Não sei de onde isso veio e vou devolver a versão que considero correta e que segue que aparece em todos os sites judaicos e nas Hagadot que li.

Além disso, é de acordo com a Torá, a Biblia vem depois e não é importante para a religião judaica.

Essa modificação aparece como feita por 200.176.199.252 o que é um sinal de vandalismo e não permite que eu discuta com o autor a origem da modificação.

Referências (além da Wikipedia em inglês) na rede:

--Geraldo Xexéo 00:24, 13 Julho 2006 (UTC)

Pessach e Páscoa[editar código-fonte]

Para os evangélicos, um ramo do Cristianismo, a Páscoa também representa a libertação do povo de Israel no Egito; que como tudo o mais que se encontra no Velho Testamento, é considerado não apenas literal, mas igualmente uma imagem da nova realidade espiritual após Cristo. Por exemplo:

Páscoa (judaica): libertação do povo de Deus (Israel) da escravidão (no Egito)
(cristã): (discípulos de Cristo) (no pecado)

Por outro lado, não o relacionam com "morte e renascimento do inverno-primavera" (os evangélicos são bastante alérgicos a simbologias que não possam ser encontradas na bíblia.) É uma perspectiva que pode ser incorporada no artigo, sem retirar a atual já que alguns cristãos pensam da forma que está expressa no artigo; o que é errado é dizer "o Cristianismo" quando há uma grande corrente que não defende o que ali é exposto.

Já agora e como curiosidade quanto ao sentido do nome pessach, a tradução New International Version da bíblia (em inglês) usa o termo Passover ("passagem sobre") e não Easter:

'It is the Passover sacrifice to the LORD, who passed over the houses of the Israelites in Egypt and spared our homes when he struck down the Egyptians.' [1], ênfase acrescentada.

O termo português "páscoa" origina-se naturalmente de pessach. -- Tintazul msgÁfrica 13:25, 13 Julho 2006 (UTC)

Páscoa e Pessach[editar código-fonte]

Apesar de existir a "tradução" de Pessach para Páscoa, não acho que possamos considerar discutir a Páscoa no Pessach, a não ser como curiosidade, já que a Páscoa cristã é um evento do Novo Testamento, que ocorreu na época do Pessach (ou, em tradução, da Páscoa israelita).

Por isso, os ingleses usam dois termos, Passover, para a Páscoa israelita que marca a passagem de De-s, e Páscoa, para os eventos da morte e ressurreição de Cristo.

A confusão então não é ligada a religião, mas apenas a língua. Não conheço também referência a Páscoa cristã como Passover, mas sempre como Eastern.

--Geraldo Xexéo 14:13, 13 Julho 2006 (UTC)

Fazer o favor de não estragar obra alheia Ozymandias 16:46, 25 Julho 2006 (UTC)

E o que significa esse seu comentário? Até aqui, não só não estraguei como reverti vandalismos. Se minhas modificações não lhe agradam, porque não discuti-las aqui?

--Geraldo Xexéo 04:00, 26 Julho 2006 (UTC)

Não foi vossa pessoa mas os casos de Diabos e afins. Ozymandias 09:38, 26 Julho 2006 (UTC)

Pode acrescentar as colaborações na reversão que fiz ... o que me incomoda são vandalizações em artigos que como este demorei algum tempo trabalhando. Ozymandias 09:47, 26 Julho 2006 (UTC)

O pior são as vandalizações feitas sutilmente, que nos obrigam a procurar se tem algum fundo de verdade. --Geraldo Xexéo 03:23, 27 Julho 2006 (UTC)

Os quatro cálices[editar código-fonte]

  • O primeiro cálice é com agua salgada porque representa as lágrimas derramadas no Egito
  • O segundo cálice é com agua doce que representa as águas vinda do trono, que foi a agua que Moisés retirou das pedras
  • o terceiro cálice é com o melhor vinho tinto que representa as uvas de canaãn, quando o povo judeu * entrou na terra prometida
  • o quarto cálice se chama COCHAL ELIAHU ANAVI copo do profeta Elias


Erro de conteúdo[editar código-fonte]

Sobre a citação do seder de pessach existe um erro no texto. Ali (no seder) não está (nem deveria) estar subentendido que " todo ser humano deve se ver como se ele pessoalmente tivesse saído do Egito" mas sim "toda pessoa judia" que compartilha da refeiçao e da festa.

A cerimônia do seder realizada consiste na narração dos eventos do exodo e as crianças participam efetivamente dela através de perguntas. Este fato deriva-se do costume das crianças judias fazerem questionamentos durante a leitura do Seder(do porque das leis e costumes da festa, por exemplo) e os pais responderem conforme o costume de muitas comunidades o texto de Exodo 13:8. Daí vem o Talmud e explica; "Em cada geração, cada pessoa (judia) deve sentir-se como se ele (ou ela) mesmo (a) tivesse deixado o Egito, como está escrito: "E você explicará a seu filho naquele dia; Foi por causa daquilo que o Eterno me fez, quando eu, saí do Egito". Os rabinos ensinam: não só os nossos antepassados ​​o Santo (Bentido Seja) redimiu, mas nós junto com eles, como está escrito: E D'us nos libertou com mão forte do Egito, da casa da servidao. Exodo 13:14

A fonte é qualquer Seder de Pessach e a citação da frase é do Talmud no Tratado de Pessachim 116, folio B. --Haim 2 (discussão) 20h13min de 5 de abril de 2012 (UTC)

Pessach - Acerto do Significado[editar código-fonte]

Relativo a correção realizada. Correção baseada no Dicionário internacional de teologia do Antigo Testamento, pág. 1.223. Editora Vida Nova. Edição: 1998. ISBN: 978-85-275-0188-0..

Segundo o dicionário supra a palavra pessach significa passar por alto ou passar por cima, que por sinal também é compatível com à tradução em inglês passover. Pelo meu entender, este significado se assemelha à expressão brasileira fazer vista grossa. Ainda tem que ter em mente, que não seria necessário recorrer à dicionário para identificar o significado, um vez que este significado é notoriamente compatível com o contexto bíblico em que está inserido. O próprio texto bíblico - torá - dá o significado da palavra - da festa em si - em Êxodo 12:27 que diz na versão ARA: "É o sacrifício da Páscoa ao Senhor, que passou por cima das casas dos filhos de Israel." O contexto é que DEUS vendo o sangue nos umbrais das porta passaria por cima da casa atingindo tão somente a casa que não tivesse o sangue. Portanto, tpercebe-se que pessache está bem longe de significar simplesmente "passagem", haja visto

Seteselos (discussão) 19h14min de 3 de outubro de 2015 (UTC)