Docapesca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Docapesca - Portos e Lotas, S.A.

Coat of arms of Portugal.svg
Organização
Natureza jurídica Sociedade Anónima
Atribuições Atuar nos negócios do Setor da Pesca a saber, a primeira venda do pescado e atividades conexas.
Dependência Governo da República Portuguesa
Ministério do Mar
Chefia Teresa Coelho
Documento institucional Decreto-Lei n.º 107/90, de 27 de março
Localização
Jurisdição territorial Portugal
Sede Lisboa
Histórico
Antecessor DOCAPESCA - Sociedade Concessionária da Doca de Pesca, S.A.
Criação 27 de março de 1990
Sítio na internet
Sítio da Docapesca

A Docapesca - Portos e Lotas, S.A. é a maior empresa europeia a actuar no sector das pescas, quer a nível geográfico, quer pela diversidade dos serviços prestados[carece de fontes?].

A Docapesa - Portos e Lotas, S.A. é detida a 100% pelo Governo da República Portuguesa.

A Docapesca Portos e Lotas S.A., tem a seu cargo a prestação de serviços da primeira venda de pescado em regime de exclusividade, no continente. É constituída pela Sede, em Lisboa, onde funcionam os serviços centrais e por 14 Delegações, que abrangem 20 lotas principais e 50 postos de vendagem em pequenas comunidades piscatórias.

A Docapesca presta ainda um conjunto de serviços de apoio a armadores, pescadores, comerciantes de pescado e outros clientes, dos quais se salientam, aluguer de armazéns para comerciantes e armadores, entrepostos frigoríficos, mercados de 2ª venda, venda de gelo e combustíveis. É, além disso, a entidade que detém e trata os dados relativos ao pescado transaccionado nas lotas do continente.

Eixos Estratégicos[editar | editar código-fonte]

A Docapesca irá agilizar e flexbilizar a sua estrura de comercialização, tornando-a menos densa e pesada, mas simultaneamente mais eficiente. O Comprovativo de Compra em Lota e a venda de pescado on-line, são já duas medidas visíveis, a acrescentar à sua estratégia de promover e valorizar o pescado, que lhe é entregue para comercializar, e que assenta em 5 eixos principais, a saber:

- Implementação do HACCP;

- Normalização do Pescado;

- Modernização dos equipamentos;

- Economia/Alteração das redes de lotas;

- Abertura ao exterior.

História[editar | editar código-fonte]

Fundação[editar | editar código-fonte]

A Docapesca, criada pelo Decreto-Lei 40764, de 7 de Setembro de 1956, surge em Lisboa, mais concretamente em Pedrouços, como o único ponto para a recepção do pescado, substituindo as antigas lotas de Santos e da Ribeira Nova (respectivamente para o arrasto costeiro e local e do alto).

Neste primeiro momento ficava de fora do âmbito da empresa a venda das capturas pela pesca artesanal, pois o primeiro objectivo da concessão era criar uma infraestrutura de apoio ao escoamento das capturas da pesca industrial, nomeadamente através da capacidade refrigeração e de congelação do pescado, permitindo a sua distribuição posterior.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Site oficial

Fontes[editar | editar código-fonte]

Políticas de abastecimento no segundo pós-guerra: a "Organização das Pescas", Álvaro Garrido, in Análise Social, vol. XXXV (156), 2000, Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.