Doença do soro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Doença do soro é o termo médico para uma reação exagerada do sistema imune, que relaciona-se com a reação de hipersensibilidade do tipo III. O distúrbio é caracterizado por nove etapas:


1- Imunização com grande dose de um antígeno proteico estranho;

2- Formação de anticorpos contra o antígeno;

3- Formação de imunocomplexo;

4- Os complexos são inicialmente captados por macrófagos no fígado e no baço;

5- Há aumento da quantidade de complexos antígeno-anticorpo depositados em leitos vasculares;

6- Os complexos induzem inflamação rica em neutrófilos pela ativação da via clássica do complemento e pelo acompanhamento de receptores de Fc em leucócitos;

7- Os complexos depositam-se em pequenas artérias, glomérulos renais e articulações;

8- Há manifestações clínicas como: Vasculites, Nefrites e Artrites;

9- Sintomas clínicos geralmente surgem e desaparecem rapidamente;


Referências:

1. ABBAS, Abul K. et. al. Imunologia Celular e Molecular. 6. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008 ISBN 978-85-352-2244-9

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.