Economia do trabalho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para the journal, veja Labour Economics (journal).

A economia do trabalho é o ramo da economia que procura compreender o funcionamento e a dinâmica dos mercados de trabalho assalariado, assim como a influência dos aspectos macroeconômicos no mercado de trabalho. O trabalho é uma mercadoria fornecida por trabalhadores, geralmente em troca de um salário pago por empresas. [1] [2] Como os trabalhadores e as firmas existem como parte de um sistema social, institucional e político, a economia do trabalho também deve levar em conta as variáveis sociais, culturais e políticas. [3]

Os mercados de trabalho funcionam através da relação de trabalhadores e empregadores. A economia do trabalho analisa a interação entre fornecedores de trabalho (trabalhadores) e os demandantes desse trabalho (empregadores) a fim de entender o padrão resultante de emprego, salário e renda. Tais padrões existem pois se assume que cada indivíduo no mercado faça escolhas racionais com base nas informações disponíveis sobre salários e o mercado no geral e também dado sua disposição de fornecer trabalho e desejo de lazer. Os mercados de trabalho são normalmente delimitados geograficamente, mas a ascensão da internet trouxe um “mercado de trabalho global” em alguns setores da economia. [4]

O trabalho é uma medida de esforço feito por seres humanos para se atingir determinado fim. É convencionalmente contrastado com outros fatores de produção, como terra e capital. O trabalho é um tipo especial de bem pois ele não pode ser separado de seu proprietário (ou seja, o trabalho não pode ser separado da pessoa que o faz). Um mercado de trabalho também é diferente de outros mercados, pois os trabalhadores são os fornecedores e as empresas são os demandantes. [1]

  1. a b Borjas, George J. (14 January 2015). Labor economics Seventh ed. New York, NY: [s.n.] ISBN 978-0-07-802188-6. OCLC 889577338  Verifique data em: |data= (ajuda) Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome ":04" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  2. «Definition of LABOR». www.merriam-webster.com (em inglês). Consultado em 1 de março de 2022 
  3. Tarling R. (1987) Labour Markets. In: Palgrave Macmillan (eds) The New Palgrave Dictionary of Economics. Palgrave Macmillan, London.
  4. Graham, Mark; Anwar, Mohammad Amir (1 de abril de 2019). «The global gig economy: Towards a planetary labour market?». First Monday (em inglês). ISSN 1396-0466. doi:10.5210/fm.v24i4.9913