Eduardo de Saboia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Eduardo, Conde de Saboia chamado O Liberal (Baugé, 8 de fevereiro de 1284 - Gentilly, 4 de novembro de 1329), foi Conde de Saboia, de Aosta e da Maurienne. Ele era filho de Amadeu V de Saboia e de Sibila de Bâgé.

Ao lado de Filipe IV, O Belo combate no Condado de Flandres. Uma vez conde, é vencido por Guigues VIII de Viennois na batalha de Varey em 1325, mas distingue-se no exército de Filipe VI de França na batalha de Cassel em 1328.

O cognome de Liberal vem-lhe do facto de ter aberto as portas aos judeus, na Saboia e de ter abolido as compensações pecuniárias para os crimes.

Em 18 de outubro de 1307 casa-se com Branca de Borgonha - filha de Roberto II, Duque da Borgonha e de Inês de França - de quem tiveram uma filha, Joana (1310 † 1344), que se casará com João III da Bretanha (1286 † 1341), duque da Bretanha.

Sem filhos, é o seu irmão Aimon de Saboia que lhe sucede.

Referências[editar | editar código-fonte]


Ver também[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Amadeu V
Eduardo, Conde de Saboia
Coat of arms of the House of Savoy (early).svg

1285 - 1323
Sucedido por
Aimon