Efeito Blazhko

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O efeito Blazhko é a variação no período e amplitude em estrelas variáveis do tipo RR Lyrae. Foi observado pela primeira vez por Sergey Blazhko em 1907 na estrela RW Dra.[1] As recentes observações da sonda Kepler apanharam a comunidade científica de surpresa.[2] Para além das modulações, as observações também evidenciaram alternâncias de ciclo a ciclo nas curvas de luz.

A física por detrás do efeito Blazhko é ainda um motivo de debate, com três principais hipóteses existentes. Na primeira, referida como modelo de ressonância, a causa da modulação é uma ressonância não-linear entre modo fundamental ou primeiro modo de pulsação de uma estrela e um modo superior.[3][4] Na segunda, conhecida como modelo magnético, é assumido que a variação é causada porque o campo magnético está inclinado em relação ao eixo de rotação, deformando o modo radial principal.[5] O terceiro modelo assume que os ciclos na convecção causam as alternâncias e as modulações.[6]

Referências

  1. Horace A. Smith (2004). RR Lyrae Stars. [S.l.]: Cambridge University Press. p. 103. ISBN 0-521-54817-9 
  2. R. Szabo et al. , 2010, Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, Vol. 409, p. 1244
  3. Z. Kollath, L. Molnar & R. Szabo, 2011, Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, Vol 414 p. 1111; (also http://xxx.lanl.gov/abs/1102.0157)
  4. J. R. Buchler & Z. Kollath, 2011, Astrophysical Journal, Vol 731, p. 24 (also http://xxx.lanl.gov/abs/1101.1502)
  5. Katrien Kolenberg (2008). «Explanations for the Blazhko effect in RR Lyrae stars». The Blazhko Project. Consultado em 17 de dezembro de 2008 
  6. Stothers, R.B. 2010, Publications of the Astronomical Society of he Pacific Vol. 122, p. 536

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.